Blog do Enio

Cego por algumas horas

Ontem saiu a minha cirurgia nos olhos. Deu tudo certo, ao que parece. Até achei que não iria conseguir escrever o texto de hoje no blog. Esqueci de deixar programado e quase quebrei a sequência de posts diários. Felizmente, isso também deu certo e ao fim do dia o texto está saindo.

Para quem acompanha por aqui, ontem às 17h aconteceu a cirurgia, foi muito rápido. Em questão de menos de 10 minutos já estava voltando para casa. Logo no início, na saída da clínica, ainda estava enxergando um pouco, ainda que não nítido. Porém, logo em seguida, acho que o efeito da anestesia passou e começou a irritação no olho.

Que sensação ruim!!!! Vocês não fazem ideia. Ou quem já fez essa cirurgia deve fazer. Ardia tudo, eu não conseguia abrir o olho e ficava lacrimejando direto. O efeito indireto foi sentido no nariz. Muito ranho produzido. Ainda voltei para casa no pior horário em Floripa, peguei fila e a demora para chegar em casa foi só aumentando a tortura.

A claridade me incomodava, mesmo de olho fechado. Quando chegamos na garagem do prédio, já melhorou um pouco, mas eu estava cego momentaneamente. Só consegui ter alguma liberdade em casa. Apesar de não enxergar nada, em casa eu sei onde as coisas estão. É muita prática de acordar diversas noites para ir ao banheiro e à cozinha.

Ontem foi bem complicado para comer, escovar os dentes e tudo. A gente tem noção de onde as coisas estão e tudo mais, mas é uma mudança bem grande. Hoje de manhã a irritação estava menor, mas ainda não estava conseguindo abrir o olho. Ficava pensando que o tormento não teria fim. Queria abrir o olho de novo e ainda não conseguia.

Tive minha primeira experiência cega fazendo o número 2. Não sei como os cegos fazem, mas pelo feeling e pelo KNOW HOW acho que fui bem sucedido nos trabalhos finais. Após isso, foi o momento de colocar os colírios. Aí, tirei a proteção do olho. Foi ruim de abrir o olho para colocar o colírio. Logo em seguida, as coisas foram melhorando.

Coloquei o óculos escuro e fui tentando abrir o olho. Apesar de não conseguir e de lacrimejar a cada tentativa, dava um tempinho e tentava de novo. Com o tempo, consegui. Não se se o colírio ajudou ou se era o tempo da irritação passando, só sei que finalmente consegui abrir o olho e enxergar novamente. Ainda não está nada nítida, mas consigo enxergar de longe coisas que antes só com lente ou óculos.

Essa foi minha experiência de ser cego por algumas horas. Calculando aqui, deve ter dado umas 16 horas sem enxergar nada, com pequenos momentos tentando, mas não conseguindo abrir o olho. Com poucas horas já fiquei todo perdido. Pessoal que é deficiente visual realmente passa por grandes dificuldades nesse mundo que não é em quase nada pensado neles. Eles sim é que são bons. Nem comer eu consegui direito!

Até para escrever este texto agora não está 100%. As letras ficam meio embaçadas. Só vou terminar aqui e sair do notebook. Diz o oftalmo que até sexta a visão deve estar bem melhor. Aos poucos, vai estabilizando. Terça que vem tira a lente que está protegendo a reconstrução dos epitélios e daí é vida quase normal. Correr é daqui a 7 dias, mas como já falei antes, só vou voltar ano que vem.

(Visited 38 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

4 thoughts on “Cego por algumas horas

  1. Enio, saiu uma palavra errada no quarto parágrafo. Acho que foi por conta da falta momentânea de visão… você quis escrever “garagem” do prédio, mas saiu uma outra palavra que ficou bem fora de contexto, rsrsrs… não seria nada de mais se não fosse justamente essa palavra, dá uma olhada lá (se quiser depois apaga este post, sem problema!). Grande abraço.

    1. Hahaha!! Ficou um erro legal. Já corrigi! Obrigado por avisar.
      Ainda está tudo embaçado. Saí no lucro com apenas esse erro (eu acho que foi apenas esse haha).
      Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *