Enio Diário

Um dia de treino por vez

treinoEstamos voltando! Parece. Tudo indica, mas não me animo muito. O importante é que a dor não se manifestou mais. Segunda-feira fiz mais um treino que encaixo na categoria promissor. Foram 35 minutos de fartlek, entre corrida, caminhada e curtas acelerações. Fazia muito tempo que não corrida dia sim, dia não por causa das dores e, felizmente, mais uma vez, não senti nada.

No treino de segunda, resolvi correr 1 km e e andar 2 minutos ou um pouco mais. Fiz isso até chegar no 3º km. Depois, cansei disso e resolvi fazer pequenas acelerações. Uma de 1 minuto e 30 segundos e outra de 30 segundos. A última aceleração foi a maior porque era a quase até chegar em casa e nesta foram 2 minutos e 16 segundos correndo mais forte.

Foi neste momento que percebi que meu fôlego está em falta. A sensação de esforço era de 4:30 para baixo, mas o ritmo foi de 4:53, muito graças ao começo mais rápido. No fim, o ritmo foi caindo, caindo. Esta parte ainda não é a mais importante. O foco é em não sentir dor, mas foi legal saber que por alguns poucos minutos consigo correr em um ritmo legal.

O que está acontecendo por enquanto em todo treino é que sempre acho que vou sentir algo no pé. No começo dos treinos é muito mais nítido isso. Parece que a qualquer momento vai doer, que não está normal. Até agora, cheguei ao fim de todos os treinos sem dor, mas sempre fica a dúvida. Ainda estou na fase de prestar muita atenção no pé. Depois que algo ruim acontece, até voltar a confiança e ficar despreocupado vai mais um tempo.

(Visited 72 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

3 thoughts on “Um dia de treino por vez”

  1. Boa Sorte…. Eu tb quando comeco a correr me preocupa a dor na perna, e ela vez mesmo, mas no final do treino… que Bosta.

    To torcendo muito por voce! Sei como ‘e a sensacao infelizmente 🙁

    Quando ‘e a sua consulta?

    1. Se vem no final e não atrapalha no treino seguinte, ainda não é tão ruim. Mas essas dores nunca são bem-vindas.
      Até a maratona vai dar!!! Você torce daí e eu torço daqui por você. \o/

      A consulta é dia 1º de julho, mas eu espero chegar lá sem nenhuma dor ou efeito colateral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *