Geral

Tudo azul

Esta semana botei em prática algo que comecei a fazer mal e porcamente em dezembro. Como era fim de ano e ainda não tinha elaborado bem a forma da planilha, acabei deixando para fazer no início de alguma coisa. Calhou de ser o início do mês e o início do ano. Se eu tivesse planejado, não ia dar tão certo. Ficou até melhor assim. Vou poder fazer um compilado de 2016 inteiro.

Utilizando as planilhas do Google Drive, montei uma na qual anoto os dias do mês que comi alguma porcaria. Se passei o dia todo na alimentação correta, pinto de azul. Se comi alguma porcaria, pinto de vermelho. Por enquanto, foram sete dias no ano e os sete dias estão azuis. A minha intenção é ver ao fim do mês e do ano quantas vezes comi algo fora do que considero ideal. Assim, vou poder ver se as besteiras foram exceção ou uma rotina que eu pensava ser exceção.

Na lista de coisas que vai me fazer pintar o dia de vermelho estão, por exemplo, açúcar, farinha de trigo, arroz, feijão, macarrão, pão e as coisas que saem deles, tipo bolos e outras gordices. Também estão nessa lista os produtos industrializados e processados como biscoitos, bolachas, sorvetes, doces, salgadinhos fritos e assados, pizzas, balas, essas coisas. Chocolate também, mas apenas os que começam a lista de ingredientes com açúcar ou farinha de trigo. Se começa com cacau ou massa de cacau é azul, a menos que eu coma a barra toda.

Para pintar de azul, a alimentação do dia tem que ser baseada em saladas, verduras, legumes, ovos, carne, queijo, frutas e o que der para fazer com eles. Azeite de oliva, banha, nata, creme de leite também vão para o lado azul. Tudo que falei são exemplos. Digamos que é um rol exemplificativo, não é taxativo. Tem coisas que não escrevi que se encaixam no azul ou no vermelho. A lista é meio sem fim. Escrevi o que lembrei agora e que são as mais comuns no dia a dia.

Escolhi separar por cores, mas poderiam ser palavras ou qualquer coisa. O importante é ter um critério. Falando nisso, esse é o meu critério. Vi essa ideia no Snapchat e em alguns sites e gostei. Quando você registra o que faz, não tem como tentar se enganar e diminuir as coisas ruins ou aumentar as boas. Está ali. Não tem como fugir. Ou comeu direito ou comeu errado. E aí vamos conferir se os dias vermelhos serão constantes ou raridade.

(Visited 79 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

7 thoughts on “Tudo azul

    1. Não gosto muito desses nomes e rótulos, mas é algo por aí.
      Comida mais natural possível, focando no baixo consumo de carboidratos refinados, processados e essas porcarias todas que vendem por aí em pacotes com validades intermináveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *