Blog do Enio

Treino longo em Vitória

Conforme prometido, hoje vamos falar apenas do treino que fiz em Vitória, o único que fiz lá. Até tinha pensado em sair sábado à tarde para correr, um trotezinho, pouco tempo, mas dormi à tarde e acabei acordando quase 18h e com preguiça. Deixei tudo para domingo. Como falei ontem, acordei mais cedo do que esperava e do que gostaria. Não tinha ideia de quantos quilômetros iria correr, mas já tinha montado uma parte do percurso da cabeça, de tanto olhar o Google Maps.

Comecei o treino antes das 7h. Fui para o lado da escola onde faria a prova mais tarde. Fiz o caminho que faria a pé. Chegando lá, dei uma volta na quadra. Como sabia que o aeroporto não era longe resolvi emendar o trajeto da escola até ele. 2 km e pouco de ida e volta não é nada quando se está correndo. Nessa brincadeira de ir até o aeroporto e voltar até chegar no calçadão da Praia de Camburi foram quase 7 km.

Suador

Ali no calçadão me senti meio em casa. As ruas largas parecem a Beira Mar Norte e a praia ao lado lembra Balneário Camboriú. Estava muito quente e mesmo às 7h o treino não estava fluindo. No Garmin marcou 26ºC. A sensação térmica com certeza era maior. Suei e não foi pouco. Não tinha bem ideia até onde iria correr. Nisso, vi no chão uma marcação de quilometragem. Havia uma pintura no chão a cada 250 metros e ela ia diminuindo. Quando passei, estava em 2.750 metros, se não me engano. Então, coloquei como objetivo correr até a última pintura, até chegar no 0 metros.

Esse retorno se deu bem na ponte que atravessa o Pontal do Camburi. O GPS marcou pouco mais de 9 km. Era só voltar e pronto. Foi aí que percebi que seria um treino longo realmente mais longo. Talvez uns 12 km, mais de 1 hora com certeza. Corri até o km 11, quando parei para tirar umas fotos da praia e na praia. Depois, continuei correndo mais um pouco, até chegar no ponto onde atravessaria as avenidas e iria em direção ao hotel.

Momento foto na praia

No total, foram 12,54 km em 1h15. Foi um bom treino longo, daqueles que ultimamente não estou conseguindo fazer em Floripa, seja por acordar tarde, seja pelo calor ou seja por estabelecer ritmos inadequados. Como lá era tudo desconhecido, o tempo e a distância passa sem incomodar tanto. Como só queria rodar, o ritmo foi bem tranquilo também. Na média e controlando para ficar no limite do 6 min/km. O único treino em Vitória valeu a pena.

(Visited 22 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *