Enio Diário

Treino é treino

Ainda não voltei a correr, mas lembrei de um fato muito corriqueiro que vejo quando estou correndo. Já aconteceu muito comigo, mas hoje evito. A competição no treino. E não falo aqui daquela competição de você contra você mesmo, querendo fazer o treino mais rápido da vida com recorde pessoal na distância. Desse tipo também já fiz bastante e é muito errado. Se o treino sai mais rápido que as provas, você está treinando errado. A competição que vou falar é aquela na qual os corredores acabam fazendo com outra pessoa desconhecida que passa por eles.

Estou lá, treinando, correndo a 5:30, bem tranquilo, e passa alguém a, sei lá, 5:20. Quando você é iniciante, às vezes fica indignado de ser ultrapassado, ainda mais se olha para a pessoa e não percebe ali um biotipo, digamos, atlético. O que você faz? Aumenta o ritmo e quer porque quer passar aquela pessoa. Por quê? Puro ego. Não há necessidade nenhuma. Acredito, porém, que todo mundo já deve ter feito isso. Se não fez, deve ter pelo menos pensado quem aquele f$@&@ d@ p%$@ acha que é para passar com essa pose toda por mim.

Durante os treinos, dá para perceber quem quer começar ou fazer uma competição implícita. Disso já não sofro mais. Mas me incomoda muito ficar correndo lado a lado com algum desconhecido. Nesses casos, tento acelerar e ficar sozinho. Quando percebo que estou diante de um desses competidores de treino, desacelero ou, se for treino intervalado, paro, ando e continuo depois. Não me traz benefício nenhum ganhar de quem quer que seja em um treino na Beira Mar. Muitas das vezes, você acelera mais, corre mais forte, cansa mais sem necessidade e só massageia o ego.

Estou lá fazendo o meu treino. É pura coincidência se te ultrapassei ou fui ultrapassado por você. É só um treino de tiro, não é provocação. Eu não quero te passar e logo depois parar de propósito. São só os tempos dos tiros e dos intervalos. Não me leve a mal. Vez ou outra, utilizo alguma pessoa mais a frente como alvo, se estou fazendo treino de ritmo. No entanto, escolho sempre as que estão andando. Melhor evitar o ser humano corredor competitivo que pode habitar nas pessoas. Prefiro fazer meu treino, sem competir com ninguém. Rende mais e incomoda menos.

(Visited 50 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

2 thoughts on “Treino é treino

  1. Também não gosto de competir com ninguém em treino, mas já usei pessoas como referência várias vezes. Nesse domingo mesmo corri usando um desconhecido como coelho, seguindo-o de perto. Acho que você não teria gostado se fosse você. Depois me apresentei ao cara e acabamos conversando um bocado, até trocando dicas de provas que vão acontecer por aqui nas próximas semanas. E meu treino acabou sendo bem melhor do que eu achava que ia ser 🙂

    1. Que legal.
      Desde que você não ficasse do meu lado, parecendo que está querendo ganhar uma corrida imaginária, não teria problemas hahaha.
      Mas se é muito perto e eu noto isso por um tempo, ou eu desacelero ou acelero mais ou vou para outro lugar haha.
      Às vezes, uso pessoas como coelhos, mas por menos tempo, mais como um alvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *