Geral

Sobre terça e quinta

Terça e quinta fiz treinos intervalados. Confesso que quando vi o treino que teria que fazer na terça, troquei com o da quinta. Em princípio, na terça seriam 12 minutos forte e depois 6 vezes de 4 minutos. Só que me desanimou saber que teria que correr 12 minutos forte. Não estava muito preparado psicologicamente ainda. Aí, fiz o treino de quinta na terça. No caso, seriam 15 repetições de 2 minutos.

Como ainda estou na fase de recomeçar a fazer os intervalados, parei nas 12 repetições. Estava quente e não rendeu tão bem. Coloquei como objetivo fazer pelo menos 1 hora de treino. Este treino intervalado fiz na sensação de esforço. Não me preocupei em saber o ritmo que estava correndo. Apenas fui. A média das 12 repetições ficou em 4:56. Longe do que eu gostaria, mas pelo menos abaixo de 5 min/km.

Na quinta, não teve jeito. Preparei a cabeça já desde terça para este treino e para os 12 minutos forte. Desta vez, fui cuidando do ritmo em todas as repetições. Os 12 minutos saíram com ritmo de 4:52, o que me deixou satisfeito. Em um mundo ideal antes de sair de casa, pensei em fazer algo perto de 4:40. Sonho que nem chegou a se criar direito. Nas primeiras centenas de metros o corpo mandou o sinal para eu tomar tenência.

Depois, dois minutos de trote e vamos para as seis repetições de 4 minutos. A primeira saiu muito arrastada. Não sei se foi o vento contra ou ainda o cansaço dos 12 minutos, mas não rendeu. As seguinte fiz de forma progressiva. Apesar do clima já de outono, com um ventinho bom, o sol estava BEM presente. Por isso, optei por fazer apenas 5 repetições. Julguei ser o suficiente para o momento.

Só que depois da quinta repetição, estava me sentindo bem e decidi: AH, VOU FAZER ESSA ÚLTIMA, AZAR! Acho que não estava preparado para isso e comecei muito devagar. Quando percebi, acelerei mas não consegui recuperar todo o tempo perdido. O intervalado de hoje foi bom porque cansou, mas não foi sofrido como o de terça. E ainda fiz tudo que me programei para fazer. Iria cortar a última repetição, mas saiu o treino completo.

Para terminar, duas observações: o ritmo médio das 6 repetições foi de 4:55 e o ritmo médio dos 12 minutos foi de 4:52. Percebe-se que eu cansei. O normal seria as distâncias curtas serem mais rápidas. A outra observação é que o treino de hoje teve a mesma 1h10 do longão de sábado. E um ritmo melhor! Sábado deu 5:39 de média e hoje 5:38, mesmo com aquecimentos e descansos. Ou seja: o treino de sábado foi uma vergonha! Vou tentar melhorar no próximo.

(Visited 80 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
http://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

2 thoughts on “Sobre terça e quinta

  1. Boa Enio, boa volta aos aos intervalados.
    Quanto ao treino de sábado ter sido uma vergonha, não concordo!
    Treino é treino…… Tem dia que sai e tem dia que não sai…. A grande meta é ter mais dias bons do que ruins, fora isso escute seu corpo e corra no ritmo bom daquele dia.

    1. Vergonha é modo de falar haha. Mas mostra que ainda não estou conseguindo manter o ritmo como gostaria em corrida contínua.
      É verdade, treino é meio imprevisível. Assim como as corridas. A gente nunca sabe quando vai dar tudo certo ou tudo errado.
      Quanto mais treino, menos chance de dar errado. E se der errado, pelo menos os treinos em dia amenizam um pouco o desastre.
      Vamos em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *