Blog do Enio

Sem força

Já passou quase um mês entre pilates, fisioterapia e bicicleta. São 24 dias sem correr. As dores no joelho praticamente sumiram. Está o normal para um joelho com rotura no menisco. O anormal era o estado anterior: inchado, inflamado e muito dolorido. Amanhã devo fazer um trote de 15 minutos para ver qual é a situação.

Nessa experiência do pilates e da fisioterapia, descobri o óbvio: não tenho força alguma. Os mais simples exercícios eram bem complicados, sentia bastante dificuldade. Ainda sinto depois de um mês, mas já melhorou um pouco. Nada mais normal para quem, em 30 anos, fez apenas 6 meses de academia.

Já paguei o pilates para três meses porque um mês só não ia dar resultado nenhum. Talvez nem três sejam suficientes diante da minha ausência de fortalecimento durante uma vida, mas acredito que vai ser melhor do que somente um. A tendência é continuar além dos três meses.

Penso que o pilates junto com a bicicleta vai me ajudar no fortalecimento do corpo. Por consequência, deve auxiliar na corrida. Se não for tão eficaz para a corrida, embora acredite que vá ser, vai ser útil para a vida. Na pior das hipóteses, estarei fazendo outras atividades além de correr, o que já vai ser algo positivo.

(Visited 20 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *