Geral

Revendo o joelho

Na última sexta-feira, voltei ao médico para reavaliar o joelho direito, aquele com problema no menisco. O primeiro raio x foi em novembro. Quando fiz uma consulta em fevereiro ou março, ele pediu para refazer o exame perto da metade do ano para avaliar como estava a lesão. Final de junho novamente fiz o raio x e fui para a nova consulta.

Chegando lá, já aproveitei as dores no pé e entrou tudo na mesma consulta. Sobre o pé vai ficar para amanhã, mas sobre o joelho vai ser hoje: a lesão no menisco continua a mesma, ou seja, estável. E não sinto dor. Ele falou que em time que está ganhando não se mexe. Logo, se está estável e sem dor, não vale a pena fazer cirurgia ou coisa do tipo.

Pelos exames, ela não teve evolução, nem para melhor nem para pior, o que já é um bom sinal. O que ele recomendou é fazer algum tipo de fortalecimento. Como musculação está fora da minha cogitação, sobram o funcional e o pilates. Este último é o que estou mais propenso a pensar em fazer.

Diferentemente do médico que falou que o natural era pisar com o calcanhar, este médico me passa mais confiança, até por ser corredor e já ter muita experiência com esse tipo de coisa. Fica mais fácil de escutar a opinião de alguém assim. O joelho passou no teste e as preocupações com ele já são menores. O foco agora é no pé, que será o post de amanhã.

(Visited 124 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

3 thoughts on “Revendo o joelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *