Geral

Relatório de julho

relatorioJulho chegou e parecia que seria o pior mês de todos. Até foi, mas acabou que foi bem menos pior do que imaginava. A tendinite começou a ser tratada com as sessões de fisioterapia e os treinos de corrida foram reiniciados aos poucos. Foram mais treinos do que em maio e só um a menos do que em junho. Claro que a quantidade e qualidade não foi lá essas coisas, mas pelo menos as dores não apareceram. Podem se manifestar em agosto. Com a falta de sorte este ano, não é de se duvidar. No entanto, terminamos julhos com perspectivas de dias melhores. Bem diferente do que falei no relatório de junho, quando pensei realmente que teria um total de 0 atividades no mês que terminou.

Foi um mês mais andando do que correndo, mas até que corri uns minutinhos. Dos 31 dias de julho, foram 9 dias com atividades. Vejam que milagre! Utilizando da matemática, 22 dias foram de descanso. Da corrida, no caso, porque o restante do mês foi quase todo na fisioterapia nos dias de semana. Vamos usar o termo correr para dizer que corri em 29% do mês. Foram minguados e não doloridos 36,16 km em 5:09:33. Média de 4,02 km e 34:24, com ritmo médio de 8:34 min/km. Foi o mês com pior média de quilometragem e de ritmo médio, mas não foi dos piores com relação ao total de quilômetros, ao total do tempo a à média do tempo.

O que esperar de agosto? Não sei. A única certeza é que terá 31 dias e estou inscrito em duas provas, as quais não tenho certeza nenhuma se terei condição e vontade de participar. Continuo com meus treinos de anda e corre, torcendo sempre para a dor no pé não aparecer. Por enquanto, está tudo bem, mas eu sempre acho que ela vai dar sinal de vida para atrapalhar a minha vida. Sou desconfiado e vai demorar para que eu corra sem ficar pensando que a qualquer momento a dor pode querer o protagonismo novamente.

(Visited 50 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

2 thoughts on “Relatório de julho

  1. Eu ouvi uma entrevista com a excelente fisioterapeuta Raquel Castanharo, e ela sempre repete na tecla “temos que sabe o que esta causando a dor e nao somente tratar o sintoma”. Acho que ‘e isso mesmo, muitas vezes a gente acaba “mascarando a dor” e quando volta, volta pior. Espero que essa dor va embora de vez! Agosto nao ‘e um mes que eu gosto muito particularmente mas em especial espero que seja melhor que Julho! Vamos as corridas 🙂

    1. Também espero que ela suma, mas não estou tão otimista.
      Vou vivendo um treino de cada vez e cada um deles sem dor já é alguma coisa.
      Vamos ver o que acontece. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *