A primeira do ano

O calendário de corridas do Brasil é muito esquisito e mal feito. Minha primeira prova estava prevista para o dia 12 de junho, na Meia de Floripa. Só que, do nada, não mais que de repente, surgiu a Run, Floripa!, corrida de 5 km em homenagem ao aniversário de Florianópolis, com a inscrição mais taxas no valor de apenas R$ 22,00, que vai ser realizada no próximo domingo, 10 de abril.

Como era bem em conta, decidi me inscrever. Não me sinto preparado ainda para correr bem uma prova, nem uma curta de 5 km, mas vamos ver no que vai dar. Vou me inspirar no que a Renata fez na Carlsbad 5000 (foto abaixo) e dar um jeito de ocultar o tempo e a distância no Garmin. Correr forte (ou pensar que estou correndo forte), mas sem saber o ritmo, só na sensação de esforço.

Quem nunca? #garminfechado #naoolhei #fizRPsemolhar #olhaprofe #maxxyma #correnaopensa #porfalaremcorrida

A photo posted by Renata Mendes (@renatabrazilian) on

Um problema é que não sei se vai ter 5 km realmente. Mesmo quando a única distância da prova é 5 km, tenho dúvidas. Geralmente tem menos ou muito a mais. Aguardaremos. No entanto, vou correr o mais forte que for possível, como se tivesse 5 km. Vai que tem, né? Pelo menos, a minha parte terei feito. Vou com a pior das expectativas para evitar frustrações.

Se der uma loucura dessas e a prova tiver 5 km, espero que correr forte sirva para fazer um bom tempo. O ideal seria bater o recorde pessoal dos 5 km que é 23:09, de 2012, bem desatualizado. Em outras oportunidades até fiz um tempo com ritmo melhor, mas a distância era menor. Como ainda não estou na melhor das condições, não sei o que vai sair.

O recorde pessoal oficial é até mais tranquilo de bater. Talvez domingo ainda não seja a condição ideal, mas dá para tentar. Mesmo que não consiga nenhum recorde, quero pelo menos correr com ritmo abaixo de 5 min/km. Aí, tanto faz a prova ter 5 km ou não. O ideal é que tenha, mas o principal é manter um ritmo bom pelo tempo que estiver correndo.

A parte mais legal acredito que vá ser correr sem olhar para o relógio. Ou quando olhar vou me deparar com um papel colado na tela e não terei noção do ritmo ou do tempo. Vou também desativar os sons do Garmin. Vamos ver se sem nenhum feedback faço algo mais rápido ou mais lento. Pode dar tudo errado ou tudo certo, mas vale pela experiência.

8 respostas a “A primeira do ano”

    1. Não é aferida oficialmente, mas eles podem, por azar, meio sem querer, fazer uma distância que o Garmin marque 5,05 km, por exemplo. Já me serve, mas duvido muito.

      Veja a resposta de quem está ajudando na organização da prova no Instagram quando perguntei sobre a distância.

      “Ah ta. Oremos! ??? hahaha Vai estar bem próximo. :)”

      Já vou preparado. 😀

  1. Ahe!!! Tampar o Garmin pra mim funcionou como uma concentracao na velocidade, no meu corpo, no meu limite. Espero tambem que funcione contigo! Se funcionar vamos lancar a hashtag #fecheseugarminevoe
    To torcendo pelo seu personal best!!!!! com a camiseta que da super poderes!

    1. Vamos ver o que a minha sensação de esforço reserva. 😀
      Recorde acho que não vai dar, mas vai ser um bom teste.
      Ainda estou vendo com o que vou tampar o Garmin.

  2. Fiz um 10k hoje tb Enião. Um 10k com precisamente 9.750m segundo meu tomtom. 48min. Estou satisfeito. E como foi sua prova? Conta ae pra nós. Abraço…

    1. Eu poderia ficar satisfeito com a minha prova, mas ficaria bem decepcionado com a distância. Não pode ter a menos!!!
      A minha prova teve 5 km e já me deixou bem feliz. O post está em produção. Vai sair esta semana. 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *