Pipoca

Olá, amigos! Até o pipoqueiro eu apoio, mas o pipoca não! Novamente o assunto que mais se escuta falar em redes sociais nos últimos dias tem a ver com os famigerados PIPOCAS, ou BANDIDOS, ou ainda PIRATAS, chamem como preferir.

Já falamos aqui anteriormente sobre essa prática e pude presenciar a ausência deles em provas no exterior. O que nos faz chegar à conclusão de que trata-se de um problema cultural brasileiro, o famosos jeitinho para tudo.

Não culpo ninguém de ser assim ou muito menos vou julgar as pessoas que fazem, mas também não sou obrigado a concordar com tal atitude. Desculpas e argumentos existem de ambos os lados. Mas atitudes que é bom, não vemos. Apenas ataques e ataques.

Fica aqui o convite para a reflexão de pipocas e organizadores. Pipocas, pelo respeito aos atletas inscritos, e organizadores, por preços mais acessíveis. Na atual situação que vivemos, com a explosão de notícias de corrupção e lavagem de dinheiro, não podemos deixar que atitudes de desrespeito e desonestidade manchem o nosso esporte, tão simples e honesto.

Boas corridas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *