Geral

Pensando na frente

Os últimos treinos me deixaram mais animado. Não aquela animação de que agora ficou tudo perfeito. Mas pelo menos as dores, por enquanto, sumiram. E sem dor a cabeça já começa a pensar em fazer uma base decente e retomar os treinos com mais regularidade.

Antes, porém, é necessário continuar evoluindo pouco a pouco e fazendo testes para ver como o tendão reage. Até então, correr pouco mais de 5 km, ou algo em torno de 35 minutos, tem sido exercício sem dor ou incômodos. Parece que os dias parado e alguns exercícios preventivos surtiram efeito.

A grande dúvida é se agora vai. Porque, anteriormente, a dor no tendão já aparecia no início do treino ou depois de 3 ou 4 km. Nesses treinos do carnaval não apareceu nada. É tão bom que desconfio. Foram 5 dias seguidos correndo e nada de dor. Acho até que abusei.

Até por isso, para não passar do limite do abuso, hoje é dia de descanso. Vou continuar nesse ritmo devagar e de pouco volume, tentar aumentar aos poucos e ver o que acontece. Espero estar em condições razoáveis para a Meia de Floripa, dia 12 de junho. Até lá, tem muita coisa para dar errado.

(Visited 30 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *