Geral

Os primeiros dias

Voltamos a correr, então. Conforme dito na sexta-feira, os treinos recomeçaram. No primeiro dia do ano, foram 25 minutos em ritmo livre para sentir as reações do corpo. A mais perceptível de todas foi que o fôlego se foi nessas férias de dezembro. E as pernas ficaram mais preguiçosas. Acredito que em janeiro já consiga readquirir o preparo perdido, pelo menos uma parte dele.

No sábado, mais 25 minutos. Desta vez, naturalmente saiu um treino um pouco mais rápido. Não que fosse o objetivo. Talvez a garoa que começou a cair tenha influenciado e deixado o clima mais agradável para correr, mesmo depois das 9h. A sensação de calor não foi tanta e fiz meus primeiros quilômetros de 2016 abaixo de 6 min/km.

Tenho que tentar fugir um pouco da zona de conforto. O tempo de treino ainda é pequeno, mas o ritmo não precisa ser tão lento. Por fim, no domingo, foram mais 25 minutos. O objetivo inicial era fazer 5 km mais forte ou 1 km de aquecimento mais 4 km forte. Entendam como forte fazer todos os km abaixo de 5:50 min/km.

Tentei no 1º km, quase consegui no 2º km, mas no 3º km larguei. O corpo ainda não sabe correr forte por mais de 1 km. Faltou fôlego e não ia render. De qualquer forma, foi o treino que mais corri em distância. O tempo foi o mesmo nos três: 25 minutos. Só que a distância foi aumentando: 4,03 km na sexta, 4,12 km no sábado e 4,39 km no domingo.

Os próximos passos serão no sentido de avançar nesse tempo percorrido. Pretendo durante a semana aumentar gradativamente para 26, 27 e, quem sabe, chegar aos 30 minutos. A vantagem destes treinos curtos é que não fico cansado e consigo correr no dia seguinte. Sinto apenas aquelas dores musculares de quem não corrida faz tempo.

Ainda vou ver como o corpo reage. Talvez nesta semana encaixe um dia de descanso. Confesso que a ideia de correr todos os dias do mês me agrada, mas ainda não sei se vale a pena fazer isso. Talvez não seja interessante. Enquanto for leve assim, dá para levar, mas o lado racional diz que é melhor não. Vou decidir o que fazer em breve.

(Visited 82 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *