O dia dois

Bolo de prestígio especial. SENSACIONAL

No sábado, estava de aniversário. Este ano, programei as coisas para ter uma alimentação bem desregrada, de forma contínua. Olhando agora, foi até um pouco exagerado ter pedido os salgadinhos também no sábado. Foi mais ou menos assim: docinhos e salgadinhos sexta no trabalho. Churrascaria, docinhos, salgadinhos, bolo e pizza no sábado. No domingo teve o que sobrou. E nos dias seguintes também. Os salgadinho terminaram no domingo. Os docinhos e o bolo ainda estão rendendo.

Toda essa comilança impactou no peso já na sexta-feira. Não fiquei gordo, mas fiquei mais pesado. Dos 76 em média subiu para 80. Coisa linda. Esperava um aumento, mas não achei que chegaria aos 80. Não me assustei tanto, já que sei que durante a semana o peso vai voltar ao normal. O que notei é que salgadinhos me afetam mais do que os docinhos. Parece que meu corpo se dá menos mal com açúcar do que com farinha. Talvez porque meus doces quase sempre se resumem em algo com chocolate. Destes dois dias comendo bastante, o exagero maior foi na sexta, no trabalho.

Comi mais do que deveria. Exagerei nos salgadinhos e docinhos. Fiquei bem estufado. No sábado ainda me controlei. Na churrascaria fui contido. Comi bem, mas sem exageros. Mais à tarde, comi bolo, salgadinhos e docinhos, mas pouca coisa. Só que comi sem fome e daí a barriga foi enchendo. Em uma situação normal, não precisaria comer mais nada. Mas ainda havia a pizzaria. E lá fui eu. A vantagem de já ter o estômago bem forrado foi ter comida bem menos pizza do que o normal. O ponto positivo dessa farra gastronômica toda foi que só bebi água em todos os lugares.

O que isso tem a ver com a corrida? Pensem em correr carregando um peso de 2 kg em cada pé, por exemplo. A corrida não rende tanto. Já sabia que teria esse tipo de problema. É só manter o ritmo de alimentação normal e de treinos que as coisas voltam ao seu lugar. Quando os docinhos e o bolo terminarem de vez vai ficar ainda melhor.

Seguem algumas fotos do que aconteceu nos dias 1º e 2 de abril:

Salgadinhos de sexta
Docinhos de sexta
Carne de sábado
Carne de sábado
Salgadinhos e docinhos de sábado
Pizza no sábado à noite

4 respostas a “O dia dois”

  1. Tô fazendo isso agora sem precisar de aniversário. Basta a depressão da lesão. Ainda bem que eu não tenho esse hábito de subir em balança. Pelo visto você teve um feliz aniversário, muito bom! 🙂

    1. Estou adotando a prática de só me pesar ao acordar nesta última semana. Parece mais prudente.
      O aniversário foi muito legal, mas é bom que só tenha uma vez por ano. O estrago alimentício ainda não foi totalmente recuperado.
      Quando me machuquei em 2014, mudei a alimentação. Foi menos ruim. Parei de correr e emagreci, em vez de engordar. Seria muito pior ficar mais gordo e ainda não poder correr.
      Tem que melhorar essa lesão aí!!!
      E moderar na comida. 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *