Geral

O dia doce

Conforme comentei no post da semana passada, estou anotando os dias em que faço uma alimentação que julgo adequada e os dias em que isso não acontece. Dentro desse meu critério, ontem foi a primeira vez que do ano que pintei o dia da tabela de vermelho. No décimo terceiro dia, havia doces no meio do caminho.

Como falei no post das metas de 2016, não sou radical. Nem faz bem ser assim. Há dias de festas, comemorações, de exceções. E nessas exceções comemos de tudo o que dá vontade. Às vezes, bebemos (embora seja bem difícil optar por outra coisa que não água). Ontem foi aniversário da minha tia e, à tarde, teve um lindo bolo.

Bolo de prestígio especial com ganache (depois descobri o que era esse tal de ganache). Comi duas fatias e ainda dois beijinhos. Mais à noite, no jantar, comi um pouco de sorvete. Eventualmente, isso vai acontecer e não vai ser o fim do mundo. Há dias em que você vai fugir do que considera uma alimentação adequada.

Só não pode enlouquecer e ficar pensando que por causa desse um dia tudo está perdido e nada mais será como antes. Para de frescura. Nada de continuar a farra gastronômica no dia seguinte porque já está tudo perdido mesmo. Um dia de excessos é só isso: um dia de excessos. No dia seguinte, volta à alimentação normal e fica tudo como antes. Vai ficar um pouco mais inchado, estufado e mais pesado? Vai, mas é o risco da coisa e passa nos dias seguintes.

Quer dizer, passa se você voltar para a sua alimentação normal. Em 13 dias, 12 foram dentro do que considero ideal. Ou seja, até o momento, em 92% dos dias do ano estou sem comer porcarias. Já li sobre 80% na alimentação boa e 20% na ruim, de exceções. Não estou seguindo nenhum número específico, mas o objetivo é ficar quase todo o tempo longe das gordices.

No meu caso, ontem, logo após o bolo, já me senti meio estufado, não muito bem. Gostei disso. É o corpo desacostumado com esse tipo de coisa e não sendo muito simpático à ideia de comer doces. Esse é o caminho. Continuar comendo, mas sentindo cada vez menos vontade. Até sobre o bolo de ontem: achei muito doce. A vida sem açúcar é muito melhor e tem essas consequências.

Na janta, fui de carne e cebola. Então, mesmo no dia que teve bolo, docinho e sorvete, teve também um almoço normal, com muita salada, legumes, carnes e ovos e uma janta dentro dos padrões. Não precisa ser o dia todo se entupindo de açúcar e tal. Pode ser também, a escolha é sua. Cada um é feliz do jeito que quiser. Você escolhe o que vai comer. Não terceirize a culpa. Ela é sua e de mais ninguém.

(Visited 81 times, 1 visits today)

6 thoughts on “O dia doce

  1. A unica coisa que eu nao consigo viver ‘e sem doce. Agora esse bolo prestigio ai ‘e sacanagem, nao tenho nem palavras. 2 fatias pra mim nao da nem pra matar a vontade. Eu comeria umas 5 ou 6….

    1. Aí que está. Já és viciada em açúcar (que vicia tipo cocaína). Eu acho que qualquer pessoa consegue. Só tem que querer e fazer acontecer. 😀
      Já não sinto mais tanta vontade, mas uma maçã, uva, abacaxi, melão ou mamão me são mais do que suficientes para suprir isso.
      Mas claro que se eu quiser comer um doce, vou ali na padaria e compro uns pedaços de bolo tipo esse da foto.
      Só que faço disso uma excessão. E atualmente acho tudo muito doce. Prefiro assim. 🙂
      Ah, e comer 5 ou 6 pegaria mal haha, mas eu fiquei com vontade de comer uma terceira. Só que o estômago já estava ficando estranho com tanto doce. Foi melhor parar.

      1. Nao, bolo da padaria ‘e diferente da sua tia, voce esta falando um crimeeeeeee ahahah ! Fala pra sua tia que quando for pra SC pra correr contigo pra ela fazer um bolo desse, eu vou congelar metade e trazer na mala. E um vicio mas so vicio de coisa boa, e agora fiquei com vontade …. capaz!

        1. Vamos esclarecer algumas coisas haha.
          Essa foto é ilustrativa. O bolo era muito mais bonito que essa imagem e MUITO bom.
          Ele foi feito em uma confeitaria aqui de Floripa. Vale muito a pena. Inclusive o do meu aniversário deve ser dessa confeitaria.
          Falando em aniversário, hoje você pode ficar com vontade e comer de tudo. Totalmente liberado. Parabéns!!! \o/
          Quando você vier, providenciaremos um bolo inteiro para levar na mala haha. O da padaria também é bem bom, mas não se compara.
          Considero um vício que pode ser de coisa boa, mas não faz bem a longo prazo. São diferentes (e eu sou chato haha).
          Tem dia que só o doce salva. Porque é bom demais. Aliás, qualquer dessas coisas doces são muito boas. Só não fazem bem. 😀
          Por isso, tento fazer desses dias doces uma exceção.

          1. Hoje a noite vou comemorar meu aniversario num restaurante as 7 da noite mas nao vou comer muito nem beber nada alcoolico e dormir cedo (antes das 11) porque amanha de manha tenho longao – 16km. Nao acredito que eu vou fazer isso! Obrigadaaaaa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *