O azar dos 5 km

Ano passado, estava com meus treinos em dia. Foi minha melhor fase. Treinos redondinhos, correndo bem nas provas e fazendo os tempos que gostaria. Bom, quase todos. Nem tudo sai do jeito que a gente quer. Sempre tem as partes ruins. As provas de 5 km entram aí. Foram 3 em 2015 e nenhuma delas teve realmente 5 km. Já este ano, com os treinos capengas e sem preocupação com tempo, participei de 2 provas de 5 km e as duas tinham a distância.

Quando estava tudo perfeito, as provas tinham menos que 5 km. Quando está tudo bagunçado, as provas tinham a distância. Para eu considerar a prova válida para recorde pessoal, de acordo com os critérios do DataEnio, ela tem que dar um pouquinho a mais no GPS, coisa de 1%. E as duas que fiz este ano foram assim: 5,07 km na Run, Floripa! e 5,06 km na Global Energy Race.

Ano passado, deu 5,00 km na Track&Field do Shopping Mueller, 4,98 km na Corrida Adria Santos e 4,96 km no Circuito ParaTodos. Duas deram a menos e uma deu exatamente a distância. A gente sabe que o GPS não marca exato. Pode servir para referência no seu treino, mas para mim, em provas, tem que dar um pouquinho a mais. Se for para errar, que seja por excesso e não por falta. A corrupção começa nas pequenas coisas. Se te roubam metrinhos e você acha que está tudo bem, nem adianta ficar reclamando dos políticos.

Foram duas oportunidades perdidas para tentar o recorde pessoal dos 5 km. É a Lei de Murphy das corridas. Agora que as coisas estão começando a melhorar não tem nenhuma prova de 5 km no horizonte. E, com a sorte que tenho, se aparecer é provável que no fim não tenha 5 km. Tudo bem. Valeu para ver que alguns organizadores estão se importando com isso, embora eu ainda acredite que em alguns casos é ao acaso.

6 respostas a “O azar dos 5 km”

  1. Acredito que deveria valer uma regra simples para as corridas de rua: quem não teve aferição oficial do percurso, teria que incluir no ato da inscrição e na divulgação “aproximadamente”. Faz parte da transparência devida ao consumidor, que quando contrata o serviço, tem que saber o que está levando. Atualmente, na maioria dos regulamentos de provas não consigo encontrar nada que diga se o percurso foi aferido ou não.

    1. Pois é. São raras as que dizem que a distância é aproximada.
      A maioria dos percursos não é aferido. Só das provas maiores ou conhecidas nas grandes cidades.
      Mas seguimos participando haha. Um dia dou sorte de pegar uma de 5 km quando tiver com os treinos em dia.

  2. Já corri do cara que tava dando a medalha só pra dar 5 km no garmin. Dai voltei e peguei a medalha do 4,7 km (Estados Unidos gente)

    1. Conheço pessoas que fazem isso. Geralmente me falta espaço nas chegadas para isso, ainda mais se precisa de 300 metros haha.
      Mas é complicado! Erram em todo lugar. Pelo menos na Carlsbad acertaram!!!

      1. Pois ‘e , essa ‘e a unica que tenho certeza que acertam!!!!
        Me inscrevi em uma baratinha aqui em dezembro, que fiz o ano passado e acertaram. Espero que repitam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *