Menos de 6

Continuando o plano de correr 3 dias seguidos e descansar no seguinte, hoje foi dia de treino. Na quarta, fiz 34 minutos sem parar. Ontem, por precaução, priorizei mais a caminhada, mas tentei fazer um ritmo mais rápido quando era para correr. Hoje, como quase todo treino atualmente, decidi já na rua o que iria fazer.

O básico de sempre no início foi esperar o GPS se achar e caminhar 5 minutos. Comecei a correr e não sabia bem o que fazer. Senti que a corrida estava saindo bem e não havia sinal de dor. Decidi acelerar um pouco e hoje foi o primeiro dia que alterei a tela do Garmin. Em vez de deixar na distância percorrida, coloquei no ritmo da volta.

Percebendo que as coisas estavam fluindo e vendo aquele 6:42 de ritmo médio, resolvi que iria correr até esse ritmo da volta ficar abaixo de 6 min/km. Não sabia onde estava me metendo. Trazer até 6:10 foi tranquilo. Depois disso, foi complicando. Em casa, vi que o ritmo ficou entre 5:45 e 5:55. Ou seja, o ritmo estava bom, dentro do que estipulei, o problema foi o começo mais devagar.

Foram longos 16 minutos até chegar em um ritmo abaixo de 6 min/km. Queria pelo menos 2 segundos a menos para evitar arredondamentos no Garmin. Assim que cheguei no ritmo, esperei o primeiro minuto redondo. Quando o relógio marcou 21 minutos, finalmente comecei a caminhar novamente.

Foram 16 minutos, 2,69 km e ritmo médio de 5:57. Importante: sem dores. Assim que comecei a caminhar, já senti as panturrilhas. Que coisa boa sentir as panturrilhas depois de correr! Se tudo der certo, elas vão ter que se acostumar porque pretendo correr por mais tempo e em ritmo mais forte em breve.

Andei mais 5 minutos e corri até chegar em casa com o mesmo objetivo de ritmo. Foram 8 minutos, 1,35 km e ritmo médio de 5:55. O corpo respondeu bem. Não senti dor nos pés e só tive incômodos nas panturrilhas, o que é normal para quem estava correndo pouco e em ritmo mais lento.

Foi o primeiro dia em que me senti confiante correndo. Ainda não é aquele confiança de sair correndo 10 km sem parar a 5:30, mas é inegável a sensação boa de correr as duas séries propostas com ritmo abaixo de 6 min/km e sem dores. Amanhã é dia de descanso e domingo é dia de fazer mais testes. A tendência é tentar correr por um tempo razoável em um ritmo parecido com o de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *