Blog do Enio Enio Diário

Horas de sono

O momento atual é muito propício para que eu durma quantas horas o corpo queira. Sei que posso dormir a hora que for, seja 22 horas ou depois da meia-noite, que no outro dia não tenho hora para acordar. Assim, a qualidade do meu sono tem sido preservada. Consigo dormir as horas necessárias, sem despertador ou outras coisas para atrapalhar.

Terça, por exemplo, fui dormir às 22 horas. Um horário meio padrão. Acordei no dia seguinte às 7h40. Façam as contas aí: foram 9h40 dormindo. Eu deito, durmo e deixo o sono me levar até onde der. Em geral, durmo entre 7 e 8 horas, mas há dias em que as coisas extrapolam. Não sei bem o motivo, mas também não ligo muito.

Se o corpo, o organismo e sei lá mais quem achou que deveria dormir quase 10 horas, quem sou eu para interromper, né? Acordei e fiquei meio surpreso com o tanto que tinha dormido, mas o dia começa sempre muito bem. Não acordo já com sono ou querendo continuar a dormir. Acordo, dou aquele tempinho para me localizar no mundo e saio da cama.

Não ter um despertador para atrapalhar o sono é algo que prezo muito. Prefiro sempre não precisar dele. Todas essas horas bem dormidas refletem até no treino. Hoje fui correr bem tranquilo. Às vezes, mesmo dormindo bastante, vou correr com preguiça. Ontem não. Fui disposto. Deu 54 minutos e pouco mais de 9 km. Bem razoável. Deve ser por isso que o pessoal fala que o sono é importante para os treinos e para a vida.

(Visited 37 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *