Blog do Enio

Dias e dias

Quase sempre há muita preguiça para sair para correr. Felizmente, a sensação de depois de correr é muito boa e compensa tudo. Há dias que estou muito sem vontade. Nesses dias, durante a corrida fico pensando por que estou ali. Em outros dias, porém, estou mais disposto. Na metade do treino, vejo que estou bem e sinto que poderia correr por mais alguns quilômetros.

Hoje foi um dia bom. O começo do treino saiu bem devagar porque sempre sai, não tem muito jeito atualmente. Depois, o ritmo foi melhorando a cada quilômetro. Como venho de dois sem correr, optei por correr menos desta vez. Foram menos de 40 minutos. Estabeleci fazer um mínimo de 5 km ou 30 minutos, o que chegasse por último.

Por enquanto, ritmo médio abaixo de 6 min/km é coisa rara. Então, os 30 minutos chegaram antes. Ainda fiz o percurso normal até voltar em casa e terminei com 6 km. Apesar de ser uma distância não tão grande, nos dias em que quero correr menos, tento fazer no mínimo 5 km. Aliás, falamos dos 5 km no último podcast, o PFC 164.

Amanhã vai ter mais um treino e espero que quando acordar esteja em um daqueles dias com vontade. Nesses dias, pelo menos, o começo e o meio do treino passam mais rápido, são menos sofridos, mesmo que o ritmo seja mais lento. Quando nada encaixa e é o dia ruim, o que compensa é a sensação ao fim do treino. Essa não muda. É difícil ser ruim depois de correr.

(Visited 25 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *