Geral

Dias bons

Desde segunda, as dores sumiram. Tudo bem. Se eu apertar ali na região eu sinto dor. Mas aquela dor natural, que sentia só de mexer o pé ou ao colocar o tênis não apareceu esta semana. Mesmo assim, não está 100%. Na comparação, o pé direito ainda está pior que o esquerdo.

No entanto, vamos focar nas coisas boas, que são o sumiço das dores por este momento. O treino de quarta foi tranquilo e amanhã devo testar mais uma vez, no esquema mais anda que corre, mas que tem dado certo. Faltam seis sessões da fisioterapia e parece que está ajudando.

Julho vai ser o mês que menos corri, mas vai ser um dos poucos do ano em que as dores passaram mais longe de mim. Seguimos no retorno gradual, esperando que tudo esteja bem até novembro. Se eu conseguir correr 2 horas direto  já vou estar no lucro.

Meu sonho era chegar em novembro e correr bem a Asics Golden Run Brasília, fazendo um tempo parecido com o do ano passado. Só que é preciso dar um passo de cada vez e passos não muito acelerados. Quem sabe, deste modo, chegue lá com algum objetivo mais concreto e mais rápido.

(Visited 38 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

One thought on “Dias bons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *