Enio Diário

Dia sem correr

Sexta-feira é o tão esperado day off. O dia sem correr. Ainda tenho que subir escadas, mas correr não. E o day off de sexta é o melhor de todos. Domingo também é day off geralmente, mas nem se compara com a sexta-feira. Na sexta, venho de quatro dias seguidos correndo, segunda à quinta, acumulando rodagens, agora em morros, e intervalados.

É bom dar um descanso para as pernas. Esta semana, em especial, foi pesada. Talvez seja o acumulo das rodagens em subida. O fato é que desta vez fiquei sentindo bastante as pernas depois do treino de quinta. Era um cansaço que me parece refletir as rodagens em morro porque quem mais reclamava eram as panturrilhas. Meu estado depois do intervalado de ontem era lastimável.

Tudo o que eu queria era poder deitar e ficar umas 4 horas na cama. Porém, temos que trabalhar e nada disso foi possível. Meu estado crítico de ontem me fez lembrar da prova de 400 metros do Mundial de Atletismo em Pequim. Foi uma das mais legais do Mundial. E ao vivo nem parecia que tinha sido algo tão fantástico. O Wayde Van Niekerk da África do Sul venceu a prova com 43.48, o sexto melhor tempo da história.

Ele venceu a prova, foi campeão mundial com um excelente tempo, mas foi no limite do limite. Tanto que passou pela linha de chegada caindo e teve que sair de maca da pista (foto do post) direto para o hospital. Sim, sei que não fui no meu limite nem fui campeão mundial com o sexto melhor tempo da história, mas, depois de ontem, até uma maca servia, nem precisava ser uma cama. O bom é que o day off ajuda a recuperar um pouco. Vou aproveitá-lo porque parece que o fim de semana vai ser sem dia de descanso.

Vídeo da final dos 400 metros do Mundial de Atletismo:

(Visited 13 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *