Geral

Correr na contramão

correr na contramãoEventualmente, mudo o local dos treinos e saio da Beira Mar. Quando quero variar o percurso, saio pelas ruas da cidade. Sair da Beira Mar tem vários problemas. Preciso dividir espaço com carros, pedestres, calçadas ruins, carros na calçada e um monte de outras coisas. Na Beira Mar é muito mais tranquilo e sem incidentes. Quando vou pelas ruas, tento sempre observar a direção do trânsito e correr na contramão, na direção contrária dos carros. Se ele vai, eu vou.

Uma coisa boa que aconteceu em São José foi que algumas ruas mudaram o sentido e viraram mão única. Como motorista e corredor, penso que todas as ruas deveriam ter apenas um sentido. Facilita muito a vida de todo mundo. Falando de quando estou no modo corredor, é bem mais tranquilo olhar para um lado só, sem preocupação se vem carro de outro lado. Até o estacionamento fica melhor. Mesmo quando são dos dois lados da rua, você sabe que vem só em um sentido.

Nesses treinos fora da Beira Mar, acredito que são poucas as ruas que eu não tenha corrido. As da redondeza já foram quase todas e até por conhecer bem sei onde é melhor de ir ou não. As ruas com duplo sentido são evitadas ao máximo. Quando não tem como fugir delas, tento ficar do lado em que posso correr na contramão. Além dessas situações, às vezes acontece de ter que correr no mesmo sentido dos carros.

Na maior parte do tempo isso não acontece, mas em alguns momentos não tem jeito. É a pior situação, mas nestes casos tento utilizar mais a calçada. Nos outros, sempre que dá, vou na rua e só saio dela quando vem carro ou o espaço a ser dividido não vai ser suficiente para ambos. Não vale a pena se arriscar tanto. Melhor ir para a calçada por alguns minutos do que parar de correr por alguns meses depois de ser atropelado.

Acredito ser mais prudente correr na contramão. Pelo menos estamos vendo o carro que está vindo na direção contrária. O tempo de reação para qualquer imprevisto tende a ser maior do que se estiver de costas. Você nunca sabe o que o motorista vai fazer. Eu não confio em nenhum carro e sempre espero que ele faça a pior escolha. Sair para correr na rua tem suas desvantagens, lógico, mas com os devidos cuidados, dificilmente você terá problemas. Até então nunca me aconteceu nada. Espero que continue assim.

(Visited 278 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *