Blog do Mauricio Olá, amigos!

Blog do Mauricio – Maratona de Curitiba

Olá, amigos! Não poderia deixar passar a oportunidade nem a data. Neste dia 15 de novembro, teremos em Curitiba a realização da já tradicional Maratona de Curitiba. Muito aqui já foi falado sobre ela, através de posts e até mesmo em edições do podcast: uma sobre a maratona (PFC 66) e outra na qual o meu nome foi o mais falado até hoje em uma edição (PFC 71). Não falarei da prova em suas questões técnicas e de percurso, mas sim do significado que ela tem em toda minha curta trajetória na corrida de rua.

Como sabem, comecei a correr em 2011, após uma lesão de costela praticando boxe. Foi uma maneira despretensiosa de continuar me movimentando, sem ao menos pensar o que poderia acontecer. Os dias foram passando e o gosto pela corrida aumentava a cada passo dado e a cada distância percorrida. Nunca pensei em correr uma prova, nem mesmo sabia onde e como eram realizadas, mas… tudo na vida tem um mas.

Enquanto tomava gosto pelo esporte, pesquisava as melhores práticas na internet, trajetória de todo e qualquer iniciante, quando me deparei com a divulgação da Maratona de Curitiba e nela vi que existiam as distâncias alternativas de 10 e 5 km. Resolvi fazer a inscrição logo nos 10 km. Louco, um pouco, ou muito, para uma pessoa fora do peso ideal e que havia começado a correr há 40 dias. Lá fui eu para a minha primeira prova oficial e logo um evento que tem uma magnitude toda especial, o sonho de qualquer corredor: a maratona.

Sem conhecer ninguém, fui aos poucos deixando o clima me envolver e conhecendo um pouco do que era a corrida de rua. Pessoas sorrindo, pessoas alegres, pessoas nervosas, enfim, via de tudo. Resumindo, corri os 10 km em 1h02. Aproveitei muito a prova e todo clima envolvido e naquele dia descobri que estava apaixonado pela corrida. Voltei em 2012 e reduzi meu tempo nos 10 km, já mais experiente e treinando com assessoria. Em 2013, corri metade da maratona acompanhando amigos e parceiros de treino, já me preparando para o ano seguinte.

2014 foi o ano. Ano em que me tornei maratonista e completei os 42 km. O significado disso, posso dizer é que “não existe palavras para descrever o que é completar uma maratona”. Agora chega 2015 e novamente estou inscrito para essa prova que para mim tem um significado muito especial. Novamente irei correr metade da maratona. Não tive tempo hábil para preparação e também não quero me arriscar, visto que correr uma prova com essa distância requer, além de preparo, muita cabeça.

A você, amigo, que chegou até aqui digo que correr uma maratona não é nada, a preparação é mais dura do que a prova. O dia da corrida é o momento de alegria onde seu treinamento será botado à prova. Meu conselho é único: divirta-se! Ano que vem pretendo correr novamente esta prova. Abaixo, fotos dos meus momentos no evento. Boas corridas!

2011
2012
2013
2014
Percurso da maratona
(Visited 482 times, 1 visits today)
Por Falar em Correr
Podcast sobre corridas de rua.
http://porfalaremcorrer.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *