Atrás da distância correta

Antigamente, corria várias provas, muitas provas. Em 2012, cheguei ao absurdo de 45 corridas no ano. Um exagero. E poderia ter feito mais. Essa fase passou. Diminuí para 21 provas em 2013, 13 em 2014 e em 2015 foram 7 até agora. Nas minhas contas, deve chegar a 11 ou 12 ainda, mas bem menos do que foi naquele 2012.

Junto com menos provas veio maior critério para escolher qual correr. Quero provas boas, organizadas e, aí está o assunto de hoje, com a distância correta. As provas de 5 e 10 km são de uma dificuldade do tamanho do Everest para terem a distância que deveria. Provas aferidas são poucas. Aqui em Santa Catarina, tenho bastante dificuldade com isso.

No DataEnio de recorde pessoal, a distância da prova no Garmin tem que ser minimamente maior do que o anunciado. Nas provas de 5 e 10 km que sei que não são aferidas por federação com as bicicletas calibrada, a tolerância do DataEnio é de 10% a 20%. Logo, aceito uma prova de 5 km com até 5,10 km no Garmin e uma de 10 km com 10,10 km.

Sabemos que o Garmin não é preciso. Ele TEM que marcar a mais. É o critério do DataEnio. Se der a distância exata no Garmin, HUM, podemos aceitar com ressalvar e vamos desconfiar. Mas se der menos, AH, MEU AMIGO, aí não conta como recorde nunca e nem será como tal divulgado. Já falei um pouco disso quando participei da Corrida Adria Santos. Seria o recorde dos 5 km, PORÉM, AH PORÉM, a distância deu menor.

Tudo isso para chegar na prova que devo participar domingo. O Circuito ParaTodos aqui em Floripa, dia 06/09. São 5 km em Canasvieiras. Olhei o mapa do percurso no site e fiz o que sempre faço com provas de 5 e 10 km que divulgam o percurso: fui até o MapMyRun e montei o percurso por conta, seguindo o mapa divulgado pela organização.

É um modo de já me precaver de eventuais frustrações. Se vejo que no mapa divulgado não tem 5 km ou tem muito a mais, nem vou na corrida ou vou sem pensar em tentar correr forte, para recorde. Fiz o mesmo na da Adria Santos e no MapMyRun dizia que teria os 5 km. Deu 5,02 km. Se o Garmin não é preciso, muito menos seria o MapMyRun, né?

Pelo menos, dá uma ideia de que PODE SER que a distância seja correta. Por este motivo, fui na corrida da Adria Santos com pensamento em correr forte. Seria meu recorde na distância. Utilizando do mesmo método, medi o percurso do Circuito ParaTodos e, a princípio, marcou 5,01 km. Como o Garmin geralmente dá um pouco a mais, TALVEZ a distância seja realmente de 5 km.

Acredito que tudo vai depender de onde estiver o portal de largada e chegada. De qualquer forma, o simples fato de que existe a possibilidade da prova ter os anunciados 5 km me faz cogitar realmente acordar domingo cedo para ir lá no Norte da Ilha correr e tentar fazer meu recorde pessoal nos 5 km. Não sei se vai dar certo, tanto o recorde quanto a distância, mas já fiquei mais animado em correr forte domingo.

5 respostas a “Atrás da distância correta”

  1. Oi Enio. Se voce correu varias corridas em 2012, acho uma vantagem, porque voce pode mapear para os outros anos aquelas que voce gostou, que marcou a distancia correta, de confianca. Eu acho besteira voce tentar correr a mesma no outro ano “Confiando” que agora eles marcam a distancia correta.
    Geralmente as corridas se repetem, percursos se repetem. Eu corro pouquissimas provas no ano e acho que nunca peguei uma prova que marcasse menos que o aferido (mesmo no Brasil, so corri em Sao Paulo. Corporate Run, Eco Run, Corrida da Lapa). As vezes eu esqueco de apertar o garmin no inicio inicio, ‘e verdade, mas dai tb nao fecho o garmin na chegada, dou uns metros de “lambuja”.
    Como voce tem um canal de comunicacao, acho muito legal voce divulgar as provas que nao tiveram a afericao correta. Das duas umas: ou a organizacao responde que mudara no ano que vem, ou muita gente nao vai correr…
    Como vc falou , acordar cedo pra saber que seu recorde nao ‘e recorde?? nananinanao….

    1. Verdade. Podia ter errado menos sem ir em tanta corrida, mas agora já sei bem quais não ir.
      O problema do percurso podia ser fácil de resolver.
      Acredito que nos centros maiores já esteja melhor estabelecido.
      Em Floripa, é sempre no mesmo lugar e quase sempre dá errado haha.
      Mas seguimos tentando…
      E acordando cedo quando tiver esperança da distância certa haha.

  2. Fiz a mesma coisa quando começei a correr, corria diversas provas, mas com o tempo, fui filtrando, talvez por experiência, por ter menos tempo, afinal desde que começei a correr, me casei e já tive 2 filhos.
    Hoje em dia, tento seguir a seguinte meta: 2 provas de 10k, 2 meias e 1 maratona por ano (fora corrida com o filho e família).
    Quanto a distância correta, fora a Maratona de Santa Catarina esse ano, nunca meu Garmin deu uma distância menor, sempre maior, sem exceção.

    1. Ter metas e fazer menos prova ajuda muito, principalmente para o bolso.
      Acreditamos que em São Paulo já se tenha um cuidado mais profissional.
      Em Santa Catarina, é muito comum não bater a distância. Parece que fazem de qualquer jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *