Geral

Aquela dor no pescoço

dor no pescoçoEstava tudo previsto e programado, exceto a dor no pescoço. Hoje, iria correr mais 2 km, talvez 3 km se estivesse muito bem, em um momento de ousadia e inconsequência. Este era o plano para a terça-feira. A expectativa era acordar, sair para correr sem dor e voltar bem contente e feliz.

A realidade? A segunda-feira foi um tanto anormal depois da gravação do podcast e acabei indo dormir mais tarde. Quando me deitei, já estava sentindo um desconforto, quase dor no pescoço. Deve ter sido uma soma de tudo que no fim do dia resultou nisso.

Dormir depois da meia-noite certamente ia me fazer acordar além das 8h. Foi quase isso: acordei 9h30. Não que fosse empecilho para correr, mas o desconforto virou uma dor no pescoço bem chata que não passou nem dormindo. Acordei mais tarde, todo ruim e com PFC News 73 para editar.

Depois de correr sempre dá uma sensação boa, mas eu estava muito errado para correr. Abortei a tentativa de mais 2 km. Deixei para amanhã, talvez. O ponto positivo de hoje: não senti dor!!! Vamos ver o que acontece amanhã. As expectativas são boas.

(Visited 366 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

4 thoughts on “Aquela dor no pescoço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *