Enio Diário

Aquela costura

Nessa volta gradual de treinos e trotes devagar quase parando, no domingo corri mais 20 minutos. Fui mais uma vez com o Piranha da Asics porque ainda precisava fazer alguns testes e confirmar uma suspeita que ficou da primeira vez que usei ele. Naquela oportunidade, no fim do treino de pouco mais de 7 km senti um incômodo no pé esquerdo. Parecia uma costura ou algo interno no tênis que deu uma incomodada.

Daquela vez, fui com meia de algodão. Desta vez, fui sem meia. A experiência foi pior. Tem uma partezinha ali dentro do par esquerdo do tênis que fica pegando na parte interna do pé, logo depois do dedão, ali na lateral. O tênis é estreito, mas para isso vou colocar o cadarço de forma que o primeiro furo, lá embaixo, não fosse utilizado. Mais ou menos como o Sérgio Rocha, do Corrida no Ar, indica fazer neste vídeo.

Voltando à costura. Sem meia parece que não vai ser possível correr. Foram 20 minutos apenas, mas nos últimos minutos já sentia queimar a região. Cheguei em casa e já no elevador me certifiquei da suspeita. Era uma bolha que pelo atrito já estava em carne viva. Coisa bem linda. O banho de domingo foi complicado. Meu próximo teste com o Piranha vai ser com uma meia mais fina e por mais tempo, para ver o que acontece.

Suspeito, porém, que existe algo ali dentro do pé esquerdo do Piranha que preciso resolver, mas ainda não achei o ponto exato. O pé direito é tranquilo, mas por ser mais estreito, também ficou meio avermelhada a área. Com a amarração do cadarço diferente e com a meia, em breve farei mais um teste. Se os atritos continuarem, o Piranha vai servir no máximo para provas de 10 km. E também vai mostrar meu azar com os tênis. Aposto que mais ninguém teve esse problema com o Piranha.

(Visited 123 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
http://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

6 thoughts on “Aquela costura”

  1. Oi Enio,
    Tudo bem com você?
    Faz tempo que não entro em contato com vocês, mas continuo acompanhando as matérias!!
    Informo que recebi a camiseta do PFC em Brasília !!! Estou muito feliz.
    Mais um ouvinte do DF oficialmente uniformizado.
    A virada do ano 2015/2016 será com ela, BRANCA para sorte!!!
    Além disso, foi informado pelos fabricantes que novos recordes pessoais são garantidos pelo uso do produto !
    O tecido é tecnológico, altamente respirável, leve, não retêm suor e aumenta em até 15% a distância percorrida.
    Uma espécie de “MetaRun” das camisetas !!!
    obrigado a vocês !!!
    Feliz 2016.

    1. E aí, Anderson. Tudo ótimo por aqui.
      Que legal! Muitas pessoas já relataram que receberam as camisetas. Acho que quase todo mundo vai tê-las em mãos até o fim do ano.
      Os recordes pessoais podem acontecer, mas a camiseta não faz mágica hahaha.
      Sorte está na lista de composição dela. 😀
      Essa parte de aumentar a distância é ingrediente secreto haha.
      A vantagem do nosso MetaRun é ser bem mais em conta. \o/
      Nós que agradecemos a mensagem, as palavras e a audiência. Ótimo 2016 para você. Se tudo der certo, vamos para DF ano que vem também. 🙂

  2. Oi Enio
    A maioria dos corredores preferem uma marca e vão com ela Pra sempre.
    Eu estou ampliando minha coleção de tênis, e hoje tenho 1 de cada marca – das principais (menos asics que nunca corri). Errei com Nike que comprei o número exato do meu pé,e , e estou gostando MUITO do Sckechers!
    Sempre compro número maior, e também nunca consigo correr sem meia. Às vezes de algodão, as vezes de microfibra.
    Tenis é meio sorte/azar. Se você não curtiu esse, usa ele pra caminhada, passeio…. Quem sabe um dia “amolece” e essa costura “desaparece”….

    1. Tenho um apego maior pela Asics, mas gosto de ter e experimentar os tipos possíveis. Tenho Nike, New Balance, Adidas e Asics.
      O Piranha era um sonho de consumo pela leveza. Agora estou à procura de tênis de outras marcas que sejam leves.
      E com certeza é sorte/azar. Tem uns que você não dá nada, compra na promoção e fica perfeito. Aí aquele outro super conhecido e famoso não fica legal.
      Um sonho é ter pelo menos um par de tênis de cada marca. Onde vou guardar isso não sei, mas eu quero hahaha.

  3. Testa comprar um skechers vai te surpreender leveza conforto drop baixo e preços bem acessíveis, indico o go run 4 no xopiz continente gabriela tenis sempre com preço abaixo da média mas com poucos modelos.

    1. A Skechers está na minha lista de tênis para comprar. Só tenho que ver quais são as opções mais leves.
      Pessoal fala bem. Vou dar uma procurada. Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *