Relatos de Corridas

6ª Corrida Rústica Vale das Graças – 29/11/2014

6ª Corrida Rústica Vale das Graças
29/11/2014
Angelina – SC – Brasil

Valor da Inscrição
R$ 39,00

Retirada do kit
Aconteceu no dia prova a partir das 13:30, na praça onde aconteceu a largada, mas quem chegava antes já conseguia retirar. Houve um pouco de fila perto do horário da largada, mas foi tudo bem tranquilo.

Kit
A foto do kit está no fim deste post e também no nosso Instagram. O kit veio com uma camisa regata de ótimo tecido alusiva à prova, gel, barra de cereais, um mix de semente e frutas, mel, loção hidrante, um vale janta e vários panfletos dos apoiadores da corrida.

Largada
Pouco antes das 16:30 acontece a largada dos atletas do projeto Sexto Sentido. Em seguida, largaram os atletas de 5 e 10 km. O vídeo da largada você pode ver aqui. Houve um incidente quando um atleta caiu por tropeçar no tapete do chip, mas tudo foi logo normalizado.

Percurso
O percurso da Corrida de Angelina, como falamos em nossa transmissão ao vivo diversas vezes, não é um percurso fácil. Logo na largada, já tem uma subidinha, compensada por um declive e depois começa a subir tudo de novo. O atleta nunca vai encontrar um trecho plano por longo tempo. Até quando parece está plano, não está, é um falso plano. Os atletas retornam e passam em frente à praça, não sem antes encaram uma boa subida (o declive do início). Os atletas dos 5 km avançam mais um pouco e voltam para a praça enquanto os atletas dos 10 km continuam mais um pouco, pegando subidas, descidas e alguns paralelepípedos. Um percurso em contato com a natureza, difícil e que faz a corrida valer a pena.

Hidratação
Água tinha sobrando e gelada. No entanto, a mesa da hidratação do km 2,5 poderia atender os dois lados, pois quem não pegou água na ida teve que atravessar na frente de quem vinha da outra direção para pegar água. Os staffs também poderia ficar um pouco mais dispersos, longe um do outro, facilita para os atletas. A proximidade foi compensada com a atenção dada por eles, que atendiam bem os atletas e se mostravam preocupados em alcançar a água, o que não acontece em todas as corridas.

Distância
Desde o início, a organização já havia informado que as distâncias eram aproximadas. O percurso de 5 km deu em torno de 5,2 km e o de 10 km por volta de 9,7 km. O destaque fica por conta de ser avisado com antecedência pela organização da prova.

Pós-prova
Logo após o portal, havia uma área ampla de dispersão, com água isotônico e frutas. A praça reunia os atletas que chegavam. O que poderia ser melhor é a orientação e direcionamento na chegada. Muita gente que não tinha corrido estava perto das tendas de água e frutas, dificultando o acesso dos corredores. Poderia ser um pouco isolado para quem chegava, para ter um fluxo para retirar água e fruta. A retirada da medalha poderia ser melhor indicada, pois com a grande movimentação não se encontrava muito fácil onde estavam as princesas e rainhas que estavam entregando a medalha.

Medalha
A medalha, que está no início deste post, é bonita e com formato de uma camisa, algo diferente do que estamos acostumados. Fita personalizada e teve a data da prova, as distâncias e o nome da cidade. Outro diferencial foi a entrega ser feita pelas princesas e rainhas da Festa do Queijo e do Mel.

Concluintes
Total: 481
10 km: 231 – 165 homens – 66 mulheres
5 km: 242 – 93 homens – 149 mulheres
PNE: 8 – 5 homens – 3 mulheres

Resultados

  1. Carlos Alexandre Firmo de Moura – 30:53
  2. Leandro Marceline de Oliveira – 31:45
  3. Clovis Sandro dos Anjos – 35:41
  1. Marisa Perico – 43:19
  2. Luísa Schaffer Vargas – 43:53
  3. Marissa Borba – 45:35

Comentários finais
A Corrida de Angelina é uma grande confraternização de fim de ano aqui em Santa Catarina. Parece que todo mundo é amigo e se conhece de longa data. Feita de corredor para corredor. Houve uma corredora que passou mal, mas foi prontamente atendida por dois corredores médicos que passavam no local enquanto a ambulância seguia para lá. A prova tem vários apoiadores, mas mesmo assim ainda carece de alguém que a abrace como faz o Renato, que organiza a prova, e os corredores participantes. É uma prova feita de corredor para corredor e que merece maior atenção das empresas que querem ligar seu nome ao esporte. Já está na 6ª edição e cada vez tem mais adeptos, além de ter o adicional de ocorrer em uma cidade com contato constante com a natureza. Para o ano que vem, a sugestão que deixamos é separar melhor a área de dispersão, talvez fazendo um pequeno caminho por onda os corredores tem que passar para pegar água e frutas até chegar na retirada da medalha. Na premiação, o ideal seria deixar a premiação de maior assessoria para o fim da premiação geral e por categoria. Na hidratação, se for possível, uma mesa de cada lado para facilitar para os atletas. Caso tenha oportunidade, venha conhecer Angelina e a Corrida Rústica Vale das Graças, que acontece sempre ali no fim de novembro, começo de dezembro. Se você participou da prova e acha que ficou faltando alguma coisa, comente ou nos informe, que vamos acrescentar as informações.

*Participou da prova? Concordou com a análise? Discordou? Quer acrescentar alguma coisa? Entre em contato ou deixe sua opinião nos comentários.

Kit da prova
(Visited 30 times, 1 visits today)
Por Falar em Correr
Podcast sobre corridas de rua.
http://porfalaremcorrer.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *