Geral

Algumas provas

Precisava de uns treinos e que o cartão virasse para confirmar algumas inscrições e provas para definir meu calendário. As únicas provas nas quais estava inscrito até então eram a Corrida Adria Santos, dia 19 de junho, em Joinville, e a Volta da Pampulha, diz 4 de dezembro. Agora já tenho mais três confirmadas: a Meia de Floripa, dia 12 de junho, a ASICS Golden Run Brasília dia 13 de novembro e a Run, Floripa!, prova de 5 km que vai abrir meu calendário de corridas no dia 10 de abril.

Essa Run, Floripa! apareceu semana passada e é em homenagem aos 343 anos de Florianópolis. O aniversário foi dia 23 de março, mas a corrida é dia 10 de abril. Uma diferença ínfima de 18 dias entre uma e outra. Tudo bem. O que me interessa mais é que serão, em tese, 5 km e vou poder testar de verdade como estou depois de ter recomeçado os treinos em fevereiro. Fiz até agora um treino bem sofrido de 5 km em 24:56.

A ideia é fazer o novo recorde pessoal nos 5 km. E aí temos dois problemas: talvez eu ainda não esteja bem preparado para isso e não confio que a prova vai ter 5 km até completá-la. Meu recorde oficial dos 5 km é 23:09. Ano passado, na Corrida Adria Santos, se a prova tivesse 5 km, faria algo em torno de 22:14. Como não tinha, ficou só o recorde de ritmo, o que não me serve muito. A primeira tentativa de recorde nos 5 km vai ser na Run, Floripa!

A segunda tentativa de recorde dos 5 km vai ser na 3ª Corrida Adria Santos. Ou seja, terei uma oportunidade em abril e outra em junho. Se alguma das duas tiver realmente a distância, poderei ter um novo recorde. Acredito que com um nível de treino adequado, correr abaixo de 23:09 não é tão sofrido. Ano passado, correndo com o Nilton para ajudar ele a fazer o recorde dele nos 5 km, corremos para uns 23:26. Então, se tiver 5 km, devo conseguir. OREMOS!

Tem ainda ali duas meias maratonas nas quais vou tentar o recorde pessoal ou qualquer coisa abaixo de 1h40. Se tudo der errado, pode ser os recordes pessoais nas provas ou um sub 1h45. Vale também. Tudo vai depender dos treinos. No atual momento, fazer sub 2 horas é a única coisa que talvez seja viável. Percebe-se, portanto, que há objetivo a longo prazo. Até dia 13 de novembro tenho motivos para treinar.

Também tem a Volta da Pampulha dia 4. Até lá, espero estar bem treinado para pelo menos bater meu recorde na prova. Há o objetivo de correr com ritmo médio abaixo de 5 min/km, mas isso só vou decidir e ver se é viável lá na frente. As milhares de pessoas e a largada tumultuada podem não deixar. Deixa para depois. O fato é que já estou inscrito em 5 provas. O foco é nas meias e estou de olho no que pode aparecer.

Resumindo as provas do ano por enquanto:

  • Run, Floripa! – 5 km – 10/04
    • Objetivo: recorde nos 5 km
    • Recorde nos 5 km: 23:09 (2012)
  • Meia de Floripa – 21 km – 12/06
    • Objetivo: recorde pessoal ou recorde da prova
    • Recorde pessoal: 1:38:43 (2015)
    • Recorde da prova: 1:42:30 (2015)
  • 3ª Corrida Adria Santos – 5 km – 19/06
    • Objetivo: recorde nos 5 km
    • Recorde nos 5 km: 23:09 (2012)
  • ASICS Golden Run Brasília – 21 km – 13/11
    • Objetivo: recorde pessoal ou recorde da prova
    • Recorde pessoal: 1:38:43 (2015)
    • Recorde da prova: 1:41:09 (2015)
  • XVIII Volta da Pampulha – 18 km – 04/12
    • Objetivo: recorde da prova
    • Recorde da prova: 1:45:52 (2012)
(Visited 164 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

13 thoughts on “Algumas provas

  1. Enio, fico vendo o tempo de 1h40 para uma meia maratona e, cara acho que pra amador é rápido demais, parabéns! Quem sabe quando eu nascer de novo lá no Quênia eu chego perto disso heheheh.

    1. Também achava meio inviável, mas treinando deu certo. Não é fácil (nunca é), mas é possível. O objetivo de vida é se manter o máximo possível de anos correndo meia abaixo de 1h45.
      Quando penso em 1h35 ou menos é que parece que precisarei nascer de novo.

  2. Eu acho bem legal ter esse planejamento de provas. Faço poucas provas num ano mas sempre com objetivo!
    Para esse ano, meus planos são estrear na Maratona no primeiro semestre e buscar algo abaixo de 1h42 na meia maratona (o recorde atual é de 2:08 quando eu tinha 15kg a mais) no segundo. Provavelmente vou utilizar uma prova de 16km como teste para essa meta e talvez uma prova de montanha pra me divertir mesmo!
    Minha ideia para o ano é:
    30/01 – TTT – Travessia Torres Tramandaí – Feito
    19/03 – Trilhas e Montanhas Etapa Salto Ventoso (Farroupilha/RS) – Feito
    12/06 – Maratona de Porto Alegre – Inscrito
    14/08 – POA Day Run 16km 1h16 ou menos(teste para a Meia Maratona)
    03/09 – Trilhas e Montanhas Etapa Três Coroas / RS
    20/11 – POA Day Run 21km (para 1h42 ou menos, os treinos que vão dizer)
    Grande abraço

    1. Acho que ajuda muito. Pode dar tudo errado, mas está planejado e os treinos são mais direcionados.
      Prefiro também ter poucas provas atualmente.
      Esse recorde de meia aí vai cair bastante!! É só em novembro, vai ter tempo para treinar bastante ainda.
      Certeza que já sai o recorde não oficial da meia na metade da Maratona de Porto Alegre. 😀
      Abraço!

  3. Que planilha linda! Vou fazer uma assim, com recordes e objetivos 🙂

    5K ‘e a pior prova do mundo. Deus me livre e guarde.

    Mas vamos la, esse domingo tb vou tentar RP nos 5K. Se eu nao tiver, eu juro que eu vou chorar! Tenho recorde em 5K com subida e bem menos treinada e forte do que to hoje. E vou usar a camiseta que da super poderes.

    Abraco e bons treinos!!!

    1. Fiz isso que você chamou de planilha linda na hora que escrevia o texto haha.
      Estou na torcida pelo recorde nos 5 km!! Com a camiseta, então!! Deusolivre! Só não sai o recorde se der muita coisa diferente.
      Boa prova na Carlsbad e bons treinos!!

  4. Belos objetivos para 2016 Enio.
    Quanto a bater o recorde nos 5 km, acho que tu consegues fácil. Meu palpite de tempo : 22:22
    O mais difícil realmente é a prova ter os 5 km.
    Bons treinos e boa prova

    1. Os objetivos estão bons. Chegar neles é que vai ser difícil.
      Nos 5 km, se tiver a distância, devo conseguir. Não sei se em abril, mas em junho deve dar.
      Só que vou tentar nas duas porque vai que acontece o milagre de ter 5 km. Não quero perder a oportunidade.
      Bons treinos!

  5. Também vou fazer a ASICS Golden Run BSB 🙂 isto é, se conseguir me recuperar do meu aleijo atual…

      1. Também já estou inscrito. Na de BSB e na de SP. Muita esperança para ainda conseguir correr a de SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *