Geral

A falta do objetivo

Este mês de janeiro não tem sido fácil. Sei que preciso voltar a correr. Continuar em movimento, ainda que por pouco tempo, já é melhor do que nada. Só que a preguiça desses dias está muito grande. Já fiquei muito tempo parado em dezembro e se ficar em janeiro também não vai dar certo o resto do ano.

Por enquanto, mantenho aquela rotina de não ficar mais de dois dias sem correr. Até agora, estou conseguindo. No entanto, os dias seguidos correndo já deram lugar ao dia sim, dia não. Claro que a falta de vontade tem a ver com isso, mas este mês quente do jeito que está não anima ninguém a sair para correr.

Tenho certeza que ter um objetivo poderia me fazer ser mais constante. Até já defini algumas coisas, mas ainda está longe. Acredito que janeiro vai ser de ritmo de tartaruga, no trote preguiça, sem fazer muita força, mas continuar correndo para ter uma base mínima. Daqui a pouco o objetivo fica mais claro e evidente e as coisas engrenam.

No domingo e hoje fiz o mesmo treino. Em vez de correr direto, estou intercalando com caminhadas. O joelho nada acusa, pelo menos. A panturrilha em ritmo lento também não incomoda. Os dois treinos foram 5 vezes de 5′ correndo e 1′ andando. Foram trinta minutos.

Essa parte do andando tem sido boa para dar um aliviada dentro da própria corrida. Pode ter a ver com a minha preguiça também, mas assim o tempo está passando mais rápido. No treino de hoje, fiz o último intervalo em ritmo de 5:07. Foi sofrido, mas aguentei até bem.

Vou avaliar as condições do corpo e da cabeça e se der vontade amanhã saio para correr de novo. Tomando por base 2015, pelo menos estou correndo em janeiro. Ano passado, janeiro foi morto, só comecei a treinar mesmo em abril e em junho já estava correndo bem a meia. Parece que este ano vai ser melhor.

(Visited 42 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
https://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

2 thoughts on “A falta do objetivo

  1. Eu particularmente ja vi que tenho problema de motivacao se nao tiver treinador no meu pe. Esse ano ja pulei 2 treinos da planilha – 1 porque a esteira do predio quebrou (nao corro sozinha no escuro na rua nem a porrete) e o outro por causa de uma gripe forte (mas eu tentei). Ou seja, qdo estou com treinadora, raramente pulo por preguica. Acho que essa ‘e o principal motivo que tenho assessoria. O segundo motivo ‘e pra evitar lesao, que tb morro de medo (medo de correr no escuro e medo de lesao)…
    vc ja pensou em voltar a ter assessoria? Talvez tentar outra, so pra ver qual vc se adapta melhor… .

    1. Quebrar a esteira é sinal de sorte. 😀
      Este mês de janeiro está muito arrastado. Voltar é difícil, é chato, é lento, mas estou indo. Melhor pouco do que nada.
      Em fevereiro pretendo ter uma rotina melhor de treinos. Tentando evitar essas temidas lesões, das quais também tenho medo.
      A parte de assessoria não é possível por questões de saldo insuficiente haha.
      Mas de fato, ter uma planilha e pagar por ela nos faz matar treino só por motivo de força maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *