Blog do Enio

A alternativa pilates

Sempre tive em mente que seria interessante fazer algum tipo de atividade paralela à corrida, de preferência um fortalecimento. A academia, porém, nunca foi cogitada. Não gosto e acho o ambiente muito chato. Não conseguiria fazer musculação nem de graça. É tipo dobradinha. Já tentei algumas vezes e não consegui gostar. Não é para mim.

Sobravam outras alternativas, como funcional, pilates, ioga e coisas do gênero. Na consulta que fiz ano passado, por causa do menisco do joelho direito, o médico falou que se estava conseguindo correr, poderia continuar. Recomendou apenas que fizesse algum fortalecimento, como musculação ou pilates.

Segui apenas a recomendação de continuar correndo enquanto não incomodasse. O fortalecimento foi adiado, como sempre adiei tudo que não fosse correr. Talvez a falta possa ter causado a piora da situação do menisco? Talvez sim. Pode ter antecipado o que um dia ia ficar ruim de vez.

Antes tarde do que nunca, assim que iniciei os treinos com a TIME, comecei a procurar pilates por perto de casa, nas redondezas. Com o joelho ruim, não achei que funcional fosse ser muito útil. Alguns exercício tem impacto e não quis arriscar. Como a musculação e academia estão sempre descartadas, fui para o pilates. Já ouvi falar muito bem do pilates e resolvi que era o momento.

Acabou que coincidiu com a piora do meu joelho. Fiz a pesquisa na região e encontrei 4 estúdios de pilates. Fiquei bem contente quando descobri que poderia marcar aulas experimentais. Foi o que fiz. 4 aulas em 4 estúdios diferentes para avaliar o método de trabalho de cada um. Ainda, ganhei duas semanas de pilates grátis.

Analisando cada estúdio, gostei mais de 2, mas nenhum tinha tanta coisa de diferente. O que diferenciava mais era o preço. Por sorte, o estúdio mais perto de casa era o mais em conta e aceitava cartão. Escolhi ele, era a escolha óbvia. A partir de semana que vem, começo de fato o pilates, duas vezes por semana. Não sei quanto tempo vou fazer e nem quanto vai ser útil.

Com o decorrer das aulas e dos meses, devo trazer minhas experiências das aulas. Não tenho previsão de quando vou correr novamente. Meus próximos dias e semanas serão provavelmente à base de bicicleta e pilates. Segunda-feira é a consulta com o médico. Vou levar a ressonância realizada na segunda e terei um diagnóstico do que é o melhor a ser feito.

(Visited 55 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
http://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *