Dicas

5 coisas que a maratona ensina sobre a vida

1 – Sua preparação vai determinar seu resultado.
Quando você chegar na linha de partida da maratona, ou você treinou ou não treinou. Você não pode mentir quando estiver percorrendo os 42.195 m. Se você não fez todos os treinos, isso vai aparecer. Tal como é na vida. Quando você não se prepara, não estuda, não trabalha duro, não se alimenta direito ou não treina como deveria, o resultado vai aparecer (ou não). Você precisa estar disposto para fazer o treinamento que precisa ser feito para ter sucesso. Atalhos serão apenas ilusões.

2 – Você realmente pode fazer mais do que pensa.
Quando você começa a correr, o primeiro quilômetro parece uma eternidade. Você nem sabe como vai fazer para completar essa distância. Nessa época, correr uma maratona parecia algo impensável, impossível. Conforme você aumenta sua quilometragem semanal, você começa a pensar que pode conseguir coisas maiores. Aí, você começa a treinar mais e percebe que pode fazer uma maratona. Não faça as coisas serem mais complicadas do que realmente são, seja no esporte ou na vida. Você tem mais coragem do que acredita, é mais forte do que parece e mais espero do que pensa.

3 – Você tem que aprender a aproveitar a jornada.
Você pode demorar 5, 6 horas para completar a maratona. Sim, você sabe que é devagar, mas você fez o que pretendia. Quando você percebe o orgulho que sentiria cruzando a linha de chegada, sabe que precisa aproveitar cada quilômetro. Se você passar a vida esperando para comemorar, talvez perca os grandes momentos dela. Não há problema em olhar para frente, mas deve-se aprender a aproveitar o passeio. Aproveite os meses de planejamento que vão te levar a conquistar esse objetivo e o caminho até chegar lá. Mantenha seu foco no objetivo final, na linha de chegada, mas não esqueça de apreciar todo o caminho que te levou até ali.

4- Contratempos acontecem.
Você pode não ter nenhuma problema de lesão durante sua preparação para a maratona. Pode, também, sentir uma dor na perna na última semana antes da prova, que vai te impedir de correr a maratona no ritmo que treinou durante meses. Ou talvez até te impeça de correr. A vida sempre vai te apresentar obstáculos, mas não é o que acontece que conta e sim como você reage. Assim como no treino para a maratona, a vida raramente vai do jeito que você gostaria. O tempo passa, lesões acontecem e doenças aparecem. A chave para a vida é aprender a gerenciar as pedras no caminho. A vida não é sobre esperar a tempestade passar, mas sim sobre aprender a dançar na chuva.

5 – Orgulho de si próprio é o melhor tipo de orgulho.
É difícil explicar para as pessoas o que se sente ao terminar a primeira maratona. Virar a esquina e ver a linha de chegada, ver os familiares e amigos torcendo, ter a medalha colocada no pescoço. O fim da corrida não é apenas sobre os últimos 42.195 m. É o auge de meses treinamento, de acordar cedo no fim de semana, correr na chuva, com algumas dores e cansaço. Mas o sentimento de alcançar o objetivo compensa. Talvez você não consiga lembrar de alguma época em que sinta tanto orgulho de si. Desafiar-se algumas vezes, fazer algo que está fora da sua zona de conforto, traçar um objetivo e se empenhar para alcançá-lo vai te deixar orgulho e sentindo que toda essa jornada valeu a pena.

Seja você um atleta ou estudante, se trabalha em um escritório ou é dono de empresa, se está escrevendo seu primeiro romance ou criando seu primeiro filho, dê o seu máximo. Aproveite a jornada e celebre as conquistas.

Link original:
Huffington Post

(Visited 100 times, 1 visits today)
Por Falar em Corrida
Podcast sobre corridas de rua.
http://porfalaremcorrida.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *