Blog do Enio

2 em menos de 11 horas

A quarta-feira dava indícios de que seria um dia interessante nos treinos. Quando recebo a planilha no domingo, sempre dou uma olhada nela para já ter ideia do que me espera. Foi com alguma surpresa que vi que na quarta-feira estavam previstos dos treinos de corrida. Lembro de ter falado para a Mariana evitar treinos duplos de bike e corrida nesta semana devido ao horário do trabalho e do tempo mais escasso. Não entendi bem a ideia dela, mas se a planilha pede, a gente faz. Claro que antes enviei uma mensagem para confirmar se era isso mesmo.

Primeiro, achei que seria correr, fazer o treino e, em seguida, correr mais um pouco. Depois, confirmei que na verdade era para correr, dar um espaço de tempo e correr novamente mais tarde. Era a alternativa mais óbvia, né? Mas é sempre bom dar aquela confirmada básica. Vai que tem uma surpresa. Como seriam dois treinos no dia, tive que me planejar um pouco mais. A parte 1 do dia foi feita logo cedo, comecei o treino às 6h27. Foi até uma boa experiência para tentar treinar de manhã nos dias de semana. Não estava tão frio e deu tempo de fazer tudo.

Este primeiro treino tinha vários tiros curtos e intensos. Fiz o aquecimento nosso de todo treino de tiro e, na sequência, foram 4 vezes de 15 segundos, descansando 45 segundos; 5 vezes de 20 segundos, descansando 40 segundos; e 6 vezes de 30 segundos, descansando 30 segundos. Todos eles na maior velocidade que conseguisse. Ainda estou longe de correr rápido, mas gostei do resultado. As duas camisetas que estava usando me deixaram até com calor no fim do treino. Como o tempo de corrida era curto, o Garmin não conseguia mostrar o ritmo da volta. Quando sai de um ritmo mais lento para um mais rápido, ele demora alguns segundos até mostrar no visor o ritmo estimado. Nos tiros de 15 e 20 segundos, não deu tempo. Quando ainda estava estabilizando, acabava. Só no de 30 segundos consegui ver o ritmo.

Chegando em casa, vi que todos foram com ritmo abaixo de 5 min/km e a maioria abaixo de 4:50. Nada mal. Tomei banho, me troquei e fui para o trabalho. Seriam mais 9 horas trabalhando e ao fim do expediente teria mais um treino. Pensando já na logística, levei um shorts, camiseta e toalha no carro. Saí do trabalho, fui para o carro, deixei as coisas, troquei de roupa e saí para correr. A vantagem do estacionamento do trabalho é que não tenho preocupações com o que ficou no carro. Levei comigo apenas a chave do carro. A parte 2 era mais tranquila: 15 minutos em ritmo leve, 15 minutos mais rápido e o trote final. Comecei às 17h04.

A temperatura e o clima eram mais amigáveis. Os 14ºC da manhã era entre 20 e 24 à tarde. Pela manhã, corri na Beira Mar de São José. À tarde, corri na Beira Mar Continental e no Parque de Coqueiros. Na ida, vento contra, ficava até mais gelado. A volta foi um alívio. Sem vento batendo no peito facilitou a minha vida. Tentei utilizar a volta para os minutos em que teria que correr mais rápido. Em termos de ritmo, o treino da tarde era mais tranquilo, mas as pernas, principalmente as panturrilhas, já estavam cansadas do treino da manhã e do dia de trabalho. Apesar disso, consegui correr já no começo em ritmo razoável.

Os primeiros 15 minutos ficaram em 6:19, 6:20 e mais 360 metros a 6:30. Os 15 minutos seguintes foram mais rápidos, conforme planejado. Queria até um pouco mais, mas não consegui nada melhor que 5:49, 5:22 e mais 720 metros a 5:19. O 1º km desses 15 minutos mais rápidos não saíram legais. Depois, consegui acertar o ritmo, mas as pernas estavam pesando. Ainda fiz os minutos e metros finais e fechei o treino com 5,57 km em 32:53, ritmo médio de 5:54 min/km. Os dois treinos planejados foram feitos conforme a planilha pedia.

O resultado foi que hoje, dia seguinte, as panturrilhas estavam bem cansadas e um pouco doloridas. O joelho não apresentou nenhum sinal anormal, o que considero muito bom. Os dois treinos me deixaram bem cansado. O sono à noite estava muito grande. Quando deitei, dormi e fiquei até meio triste quando o despertador tocou. Acordei querendo continuar dormindo. Hoje é dia de descanso da corrida e bike, mas tem pilates. Depois dele, o plano da quinta é tentar dormir o máximo possível. Até porque amanhã tem tiros de 400 metros e não parece que vai ser muito simples.

(Visited 25 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *