Relatório de março 2017


Março terminou e as coisas correram razoavelmente bem no mês. O problema todo foi o final dele. Os treinos, quilometragens e tudo mais segui a tendência de aumento gradativo. Ainda que com menos treinos, corri mais e mais rápido. Também, participei de uma corrida no fim do mês, a 15K Floripa. Além disso, comecei a treinar com a Mariana Andrade, da Equipe Time.

Foram 17 dias de treino nos 31 dias do mês. Tive o maior número de dias sem correr do ano e, mesmo assim, os números foram os melhores do ano. Consegui fazer treinos legais e com maiores distâncias. Cheguei a 154,38 km em 15:19:08, média de 9,08 km e 54:04, com ritmo médio de 5:57 min/km. Se tudo acontecesse normalmente, abril seguiria essa tendência, fechando com a Meia Maratona de Balneário Camboriú.

Seguiria porque há um porém. O mês de março foi bom, mas abril é uma incógnita. O joelho voltou a me incomodar e está mais complicado para correr. Algumas dores aqui e acolá, principalmente depois dos treinos. Tudo é um mistério e abril pode ser um mês com treinos minguados. O foco vai ser pelo menos manter o combo do Heartbit Mova Mais, seja com caminhadas ou passeios curtos de bicicleta. Este último tem menos impacto, talvez seja o escolhido.


Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *