Relatório de abril 2017


O mês de abril é o mais fácil de todos os meses até agora para escrever a respeito. A dor no joelho e o tempo parado me fizeram ter um mês tranquilo com relação aos treinos de corrida, como vocês podem ver na imagem. Foram apenas 3 treinos, sendo que só 2 foram bons mesmo, os 2 primeiros dias do mês. Teve um trote no fim do mês para testar o joelho, mas não foi lá essas coisas.

Por outro lado, abril foi o mês que comecei a pedalar e o pilates de fato. Foram 20 treinos de bicicleta no mês e mais as aulas de pilates terças e quintas. O objetivo é perder o mínimo possível de condicionamento e fortalecer para que o joelho não sofra tanto. O condicionamento está mais ou menos em dia, pelo que percebi nos treinos de bicicleta e no trote que fiz no fim do mês.

O fortalecimento está em construção. Não acredito que um mês apenas vai resolver o problema de quase 30 anos, mas antes tarde do que nunca. Os resultados devem aparecer mais para frente. No trote que fiz, o que senti mais, além do joelho, foram as panturrilhas. Apesar de o fôlego estar meio que em dia, o corpo já não corre há mais de 30 dias. É até normal sentir as outras partes do corpo que a bicicleta não utiliza tanto.

Abril foi um mês parado de corrida, mas me enchi de outras atividades e não parei. Foi o mês que menos corri desde fevereiro de 2011. Sim, eu tento ter tudo anotado desde que comecei a correr. Aí vocês podem ter ideia do meu TOC e do quanto fiquei sem correr. Mesmo ano passado, com lesões, ainda consegui correr alguns quilômetros. Em abril, não deu. Maio pode ser melhor. Bicicleta e pilates continuam. Corrida é um mistério. Deve sair uns testes e trotes, mas não sei bem em que momento.

(Visited 59 times, 1 visits today)

Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *