O sono e o treino


Na terça-feira, por preguiça, simplesmente sair para correr, sem muitos objetivos. Só queria alcançar a marca de 40 minutos em um ritmo não muito lento. Tudo saio conforme o combinado. Para me obrigar a realmente correr esse tempo, fiz um caminho pelas ruas da cidade. Assim, garanti que não teria como voltar antes.

O planejado para ontem era um treino intervalado. A princípio, seria 5 x 1 km, mas era só um filhote de pensamento. Cheguei em casa, almocei e deitei. Eram quase 15h. Foi meio imediata a vontade de dormir. Pensei comigo: “durmo alguns minutinhos, talvez uma hora e vou correr depois de acordar”.

A realidade foi um pouquinho diferente: quando acordei, olhei no relógio e ele marcava apenas 18h24. Passou algumas horas do que eu esperava. Junto com essas mais de 3 horas dormindo, veio uma falta de vontade enorme de sair para correr.

Estou muito relapso e sem disciplina nos treinamentos. O calor e a preguiça contribuem bastante. Nesse ritmo, vou fazendo os treinos do jeito que dá. Adiei o treino de ontem para hoje. A expectativa é que saia, enfim, o intervalado.

A previsão é de possibilidade de chuva no fim da tarde. A princípio, não é nenhum temporal que me impeça, mas vai saber, né? Antes a próxima prova em março estava longe. Agora está cada vez mais perto. Talvez seja o estímulo que faltasse. Ou não.

(Visited 33 times, 1 visits today)

Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *