Mais uma de 5 km


No domingo vai acontecer mais uma edição da Corrida Pela Paz. Lembro de participar dessa corrida pela primeira vez no distante ano de 2009, meu segundo ano correndo. Estive também nas edições de 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014. A inscrição barata e a causa sempre foram bons motivos para ir. Porém, o evento nunca primou pela organização. Sempre foi meio bagunçado. Em razão disso, deixei de participar das últimas edições.

Ocorre que ano passado a Corre Brasil passou a organizar. Como em 2016 ainda estava retornando aos treinos devido ao problema no pé, não quis arriscar. Ter a chancela da Corre Brasil era um bom sinal, mas vai saber, né? Esperei a corrida acontecer, os amigos foram e pude constatar que deu uma melhorada. Este ano, então, resolvi dar uma chance novamente para a Corrida Pela Paz.

Será minha sétima participação nela, uma das corridas que mais estive presente. Objetivo é bem claro. Quero correr abaixo de 25 minutos os 5 km. Vai ter também 10 km e caminhada de 3 km. A largada é às 8h e o clima deve ajudar. Não é para chover e a chegada do horário de verão nos faz largar às 7h na verdade. O percurso é praticamente plano, com apenas uma subidinha perto do km 2.

Seria melhor se fosse todo plano, mas acho que não vai atrapalhar tanto. Os treinos estão em dia e acredito que possa conseguir um bom tempo, se nada sair fora do normal. A primeira meta é fazer sub 25. O que eu quero fazer é sub 24, mas não sei se vai dar. Correr sub 23 seria muito legal, mas é mais improvável. Então, das 3 metas, uma é provável, a segunda é possível e a terceira é mais difícil.

Para sub 25, preciso de um ritmo médio de 4:59. Pelos treinos, parece que não terei problemas. Para sub 24, preciso de 4:47. Já complica um pouco, mas pode ser que saia. O sub 23, por outro lado, exige de 4:35 para baixo. Quando a gente pensa só em sub 25, 24 ou 23 parece mais simples. Quando escreve o ritmo é que percebe a dificuldade. Não sei se consigo manter uma média de 4:35.

Se fosse chutar um tempo para domingo, seria algo em torno de 23:45. Na semana que vem eu conto se deu certo. Claro que tem a questão de saber se a corrida vai ter realmente os 5 km. As duas últimas edições sei que teve. Foi também um dos motivos para me inscrever neste ano. Domingo é dia de tentar correr forte os 5 km mais uma vez. Em busca, pelo menos, do 3º sub 25 do ano e, quem sabe, do recorde pessoal na distância em 2017.

(Visited 29 times, 1 visits today)

Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *