Fim de provas


Depois dos 5 km na Meia Maratona de Florianópolis, não tenho mais nenhum grande objetivo de corrida para o resto do ano. Ainda vou correr os 5 km na Corrida de Angelina dia 2 de dezembro, mas vai ser mais por diversão. Vou tentar correr forte, mas não é nada que valha um recorde pessoal. Até porque Angelina tem apenas o nome das distâncias de 5 km e 10 km. Na verdade, os 5 km tem um pouco a mais e os 10 km um pouco a menos.

Pode aparecer alguma outra corrida, mas pelo que andei consultado é improvável que seja algo valendo recorde. A tendência é que Angelina seja a última corrida do ano. Vou fechar o ano com mais participações em corrida do que havia imaginado. Foram 4 até junho e mais 12 nesses últimos 5 meses, média de pelo menos 2 por mês.

O joelho parecia que iria me incomodar mais um ano, mas mudar os treinos para distâncias mais curtas e o pilates me ajudaram. Tenho conseguido correr bem. Voltei a fazer ritmos abaixo de 5 min/km sem morrer. Parece que o fôlego está bom e as pernas aguentando quando exigidas. Ainda falta Angelina e devo fechar o ano com 17 corridas.

(Visited 15 times, 1 visits today)

Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *