Enio Diário

Fim de fisioterapia

http://ourdentalplan.com/feedback Na segunda-feira tive meu último dia de fisioterapia. Foi a 20ª sessão. Posso dizer que as sessões me ajudaram na questão da tendinite. Quando cheguei para a primeira sessão ainda sentia algumas dores no local, mesmo que não fizesse nada, só de mexer o pé.

watch Com o tempo e com as sessões, isso foi diminuindo muito. Quase chegou a sumir, mas a besta aqui resolveu fazer um teste em casa para ver se estava bom e apertou demais no local da tendinite e a dor voltou um pouco. Mesmo assim, a melhora foi nítida.

Consegui até voltar a correr sem sentir dor. Claro que o máximo que corri até agora sem parar foram 7 minutos e nos últimos treinos tenho priorizado as corridas mais curtas, de 2 e 3 minutos. Ainda vai continuar mais alguns treinos assim porque ainda tenho medo da dor voltar.

Aprendi alguns exercícios na fisio e a maioria deles consigo aplicar em casa. Preciso comprar uma bolinha de massagem, tipo essa que está na imagem do post. As que eu tenho em casa são muito duras e não cumprem bem a função. Os discos de equilíbrio até tive vontade de comprar, mas deixa para depois.

Vou focar agora nos exercícios mais simples e fáceis, que exigem, quando muito, uma bolinha de massagem ou um peso no tapete. Preciso encontrar uma rotina para fazer isso em casa. Na fisio tinha horário e local certo. Agora ficou meio bagunçado. No meio da falta de organização, tenho conseguido manter os exercícios. Fiz até no fim de semana, quando nem teria fisio. Vou fazer os básicos para tentar prevenir qualquer coisa. Não sei se de fato vai ajudar, mas parece que funciona.

O legal é ter me dado conta que vários desses exercícios poderia fazer em casa sempre, mas faltava aquele pontapé inicial. Faltava fazer e perceber que era fácil. Existem diversas situações em que posso fazê-los em segundo plano. A fisioterapia chegou ao fim, mas os exercícios específicos devem continuar. Talvez não todos, mas a maioria.

(Visited 76 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
http://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

2 thoughts on “Fim de fisioterapia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *