Coluna do Enio – Semana de treinos do recordista mundial da maratona

wkipsangO atual recordista mundial da maratona, Wilson Kipsang (02:03:23 na Maratona de Berlim 2013), divulgou no Twitter um link para o seu site, que mostra a planilha de treinos na semana passada. Gosto de saber a rotina de treinos dos corredores, principalmente os profissionais, de elite. Quando entrevistamos o Adriano Bastos no PFC 59, já tinha achado bem interessante os treinos e como é impossível para um simples mortal chegar perto disso.

Abaixo, com tradução livre e nossos comentários, seguem os treinos do Wilson Kipsang, que vai correr Maratona de Nova York no dia 02/11/2014:

Segunda-feira:
06:30 – 18 km forte. Ritmo abaixo de 3:30 min/km. Ou seja, 18 km em aproximadamente 1 hora. 40 minutos leve à tarde.

Terça-feira:
09:00 – Tiros na pista. 10 x 1000 abaixo de 2:50. Coisa leve.

Quarta-feira:
06:00 – Rodagem leve. Quase 16 km em  1h10′. Ritmo tranquilo em torno de 4:22 min/km. Musculação à tarde.

Quinta-feira:
09:00 – Fartlek. 2 minutos forte, 1 minuto leve. 20 repetições. Ou seja, 1 hora só de fartlek, fora os aquecimentos que deve ter antes.
16:30 – 50 minutos leve, o que no caso dele deve ser pouco mais de 11 km, aquele ritmo tranquilo em torno 4:20 min/km.

Sexta-feira:
Corrida leve com ritmo de 4:00 min/km. Ele não fala o tempo. No mínimo, deve ter sido 1 hora, o que dá 15 km. Musculação à tarde.

Sábado:
06:00 – Longão de 35 km em 1h54′. Ritmo de 3:15 min/km. Para quem fez um recorde mundial correndo a 2:55 min/km, não parece tão difícil.

Domingo:
Descanso e igreja porque ninguém é de ferro.

Por Falar em Corrida

Podcast sobre corridas de rua.

2 comentários em “Coluna do Enio – Semana de treinos do recordista mundial da maratona

  • 25/09/2014 em 12:33
    Permalink

    Interessante ver que só tem um treino em ritmo mais rápido do que o tempo de maratona dele.

    Resposta
  • 26/09/2014 em 13:13
    Permalink

    Não consigo entender como esses caras são tão fortes! tiro o chapéu pra todos os corredores que conseguem um pace abaixo de 3:30.
    Ps. queria ter esses genes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *