Colocando no lugar


A quarta-feira seria com treino de bicicleta. No entanto, mudanças acontecem e o treino foi adiado. Ontem, foi dia de ir no Tonico, um massagista autodidata no município de Antônio Carlos, aqui em Santa Catarina, a 36 km de Florianópolis. Minhas tias sempre vão lá e sempre falam bem dele, de que ele resolve os problemas que elas têm com massagem e ajeita o corpo e as dores.

O que podemos chamar de consulta é gratuita. A pessoa vai lá e deixa uma contribuição voluntária na caixinha se quiser, não é obrigado a nada, mas geralmente o pessoal deixa alguma coisa. Em geral, vai se gastar bem menos lá do que em uma consulta de fato. Na pior das hipóteses, você faz uma massagem e é benzido. Pelo que vi e li, o Tonico é benzedeiro também. No meu caso, utilizei só os serviços de massagem.

O caminho para chegar até onde ele atende de segunda a sábado (sendo que segunda é só à tarde e sábado só pela manhã) é um tanto longo e passa por estrada de chão. No entanto, é bem tranquilo de chegar lá. É na comunidade Vila Doze, um pouco depois da comunidade de Rachadel, meio interior de Antônio Carlos. Placas indicam o caminho e é fácil reconhecer quando se chega. Tem um placa dizendo “TONICO MASSAGISTA”. Fora isso, é a única casa da região que você consegue ver vários carros estacionados. Não tem erro.

Ao chegar ao local, provavelmente várias pessoas já estarão por lá. Você pega uma senha e aguarda a sua vez. No meu caso, estava na senha 58 e eu peguei a 66. Do que vi, podem entrar uma só pessoas ou várias. Teve casos em que entraram 5 pessoas da mesma família. Pelos relatos, sábado é o pior dia e tem que chegar bem cedo. Fim de semana, quando o pessoal não trabalha, geralmente tem mais movimento. Em dias de semana é mais tranquilo. Cada atendimento demora entre 5 e 10 minutos, nenhum foi muito demorado e logo em seguida ele já chama o próximo.

Não há um controle das senhas, pelo menos não me pareceu que tenha. O que acontece é as pessoas sabendo quem já está ali antes e quem chegou depois. Claro que cada um tem a sua senha e eventualmente se perguntam qual é o número da outra pessoa, para ter ideia de quanto falta, mas controle, controle, não há. Quando cheguei, acho que o Tonico estava no intervalo, pois ele não estava na sala. Foi o tempo que mais demorou esperando. Depois que ele retornou, foi bem rápido.

Fui lá e mostrei onde tinha dor ou tive algumas lesões, no caso os pés, o joelho direito e a coluna. Eles mexeu um pouco, apertou aqui e ali, colocou as coisas no lugar, fez umas massagens com um produto e pronto. Não sei se no produto tem arnica ou onde tem, mas o cheiro de arnica é forte no local onde ele atende. O ideal, diz o Tonico, são duas consultas. Pelas matérias e pelo que vi lá, a maioria do pessoal vai para benzer e tratar dores no corpo, mais na coluna.

Sou meio cético com quase tudo, mas como era praticamente de graça e os relatos eram positivos, resolvi testar. Pretendo voltar daqui a duas semanas. Não senti nenhum efeito imediato, mas a sensação depois de uma massagem é sempre boa. Claro que o menisco rompido não vai voltar, mas vamos ver se essas mexidas no joelho e no pé traz alguma melhora posterior. Troquei o treino de bicicleta pela massagem. Como demora aproximadamente uma hora para ir e outra hora para voltar, além da espera, foi praticamente a minha tarde e início da noite nisso.

Por último, dica importantíssima: leve repelente. Tem mosquito lá e eles são ávidos. Devem saber que todo dia tem sangue novo chegando.

Matérias sobre o Tonico:

http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2015/04/conheca-seu-tonico-o-benzedeiro-de-antonio-carlos-4732697.html

https://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/benzedura-o-dom-que-ultrapassa-as-barreiras-do-tempo-para-levar-a-cura


Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *