As motivações do dia


Certos dias não precisamos de muita coisa para sair correndo por aí. Em outros, algumas coisas nos movem, empurram para sair de casa e correr. Nesses dias de verão, com o próximo objetivo lá em março, não é muito fácil se motivar e sair de casa. Quando isso acontece, ainda tem a parte de se motivar para fazer um treino decente e não ficar na zona de conforto.

Hoje foi um dia em que tive algumas motivações que me levaram à rua. Primeiro, o tênis novo. O Go Meb Speed 3 chegou ontem e quis logo estrear. Pensei em correr ainda ontem, mas me segurei e segui o dia de descanso planejado. Hoje fui trabalhar com ele, para sentir no pé e à noite corri com ele. Bem confortável e não incomodou em nada. Parece que seremos grandes amigos.

Falando em trabalho, hoje nos reunimos para fazer um almoço lá. Novamente foi pizza. Uma pizza muito da boa. Comi 4 fatias. Estava sensacional. Depois, voltando para casa, passei na sorveteria e comi 4 bolas de sorvete mais umas frescurinhas de enfeite. Aí estava a segunda motivação do dia. Precisava correr para psicologicamente me sentir melhor frente às degustações alimentícias não saudáveis.

Sei que correr não faz perder peso e todas aquelas coisas, mas era importante mentalmente. E lá fui eu para a Beira Mar. A empolgação com o tênis novo e o tempo nublado com um ventinho me ajudaram. Corri 40 minutos a 5:21 min/km. Foi o melhor treino do ano. Ainda, serviu para me tirar da zona de conforto. Talvez seja um prenúncio de dias melhores correndo. Talvez seja apenas a empolgação inicial para testar o tênis.


Sobre Enio Augusto

Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *