Enio Diário

20 dias sem correr

get link sem correrParece que foi ontem, mas já faz 20 dias que não corro. Aquela volta na quadra não pode ser considerada uma corrida nem treino. No máximo, um movimento de algo que tentou se assemelhar a um trote. A última vez que tentei correr foi lá no distante 23 de abril. Naquele dia, corri bem, 5 km em menos de 30 minutos. O problema todo foi sentir dor no pé. Desde então, estamos sem correr e sem atividades de impacto. Teve aquelas duas tentativas de dez minutos, mas nem dá para considerar porque a dor apareceu e nem consegui suar.

enter site Corrida mesmo foram aqueles 5 km em 23 de abril, que é o que anotei na planilha. As outras tentativas nem registrei no Garmin. Fora isso, estou sem atividade nenhuma. Gosto de correr. Se não posso correr, dificilmente faço outra coisa. Viro um sedentário que, pelo menos, tem uma alimentação adequada. As atividades que faço em paralelo são para ajudar na corrida. O que estou fazendo nesse tempo todo são alguns exercícios para os pés, mas nada muito constante. Às vezes faço, às vezes esqueço, bem relapso.

Depois do raio x mostrar que não tinha nada de errado, parece até que a sensação de dor diminuiu. Deve ser psicológico. Só que mesmo sem dor nos últimos dias, nem quando coloco o tênis para trabalhar, fica sempre a dúvida de quando voltar e como voltar. Porque depois de uma lesão ou algum problema, mesmo com tudo 100% sempre fica aquele medo de sentir dor novamente. Será que sábado me arrisco? Ou será que não? Tipo 1 km? Na segunda, a resposta. No momento, ainda estou pensando.

(Visited 124 times, 1 visits today)
Enio Augusto
Começou a correr em 2008. Não estava acima do peso, mas descobriu que gostava de correr. Parecia simples e fácil. Corre mais por teimosia do que por algum talento natural. Sonha em correr mais rápido e acha que um dia vai chegar lá.
http://porfalaremcorrida.com/blogdoenio

12 thoughts on “20 dias sem correr”

  1. A dor é uma constante no dia-a-dia do corredor, mas você só vai saber se vai dor, se tentar. As vezes sempre que no lesionamos, arrumamos inconscientemente desculpas para voltar a treinar, ainda mais nesse clima frio que está, parece que a musculatura está travada. Mas vou te falar uma coisa: Sempre podemos ir além do que pensamos ser nosso limite.
    Amigo, estou torcendo por você.
    Abraços!

    1. É bem isso mesmo. As desculpas e motivos para não ir são várias, ainda mais no frio.
      Soma-se ainda com o receio de sentir dor de novo e vai adiando.
      Valeu!!!
      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *